11 filmes independentes para assistir na Netflix

O cinema independente antes popular apenas em festivais como Sundance e Tribeca, e por pessoas do mercado de trabalho cinematográfico, ganhou força ao longo dos anos 90 e início dos anos 2000, com diretores hoje consagrados do mercado tendo se iniciado a partir desse meio como Steven Soderbergh, Quentin Tarantino e Paul Thomas Anderson. Hoje esse tipo de filme se tornou praticamente um gênero, e é extremamente popular com as pessoas, trazendo todo ano grandes produções e algumas vezes até estreladas por atores famosos como Michael Fassbender e Patricck Stewart, que passaram a buscar esses trabalhos como forma de trabalhar com mais liberdade em papéis originais com roteiros simples, mas ricos em histórias e inventivos, algo muito comum nesse gênero indie.

A Netflix tem um acervo de filmes independentes que marcaram a história no cinema e que são realmente muito bons, confira a lista de filmes indie que variam entre dramas, romances, terror, de origem francesa entre outras categorias.

Cada uma dessas obras consegue nos passar mensagens reflexivas e representam grandes contribuições para a diversificação e riqueza do cinema.

 

 

6 anos – 6 Years (2015)

6-anos-esp-1811

 

O casal Dan (Ben Rosenfield) e Mel (Taissa Farmiga) eram vizinhos, se apaixonaram e amadureceram juntos construindo uma relação que durou 6 anos. Quando cada um começa a seguir suas carreiras profissionais, a escolha de Dan pode interferir drasticamente no prosseguimento do romance.

Motivos para assistir:
• Um casal que transparece a realidade de alguns longos relacionamentos;
• Atuações delicadas de Taissa Farmiga e Ben Rosenfield;

 

Azul é a cor mais quente – La Vie d’Adèle (2013)

azul-e-a-cor-mais-quente-esp-1811

 

Uma estudante de 15 anos, Adèle (Adèle Exarchopoulos), está em uma fase complicada de sua vida em que acha que finge ser alguém que não é, esse seu dilema interno é explanado na primeira parte do filme, no segundo momento ela se apaixona por Emma (Léa Seydoux), uma garota de cabelos azuis, mais velha e que está em outra fase de sua vida. Por fim, elas vão tentar viver esse romance que começa a entrar em crise quando Adèle se sente excluída da vida de Emma.

Motivos para assistir:
• Vencedor Palma de Ouro – Festival de Cannes;
• Um dos melhores filmes franceses da atualidade;

 

Cake – Uma razão para viver – Cake (2014)

cake-esp-1811

 

Para sair de sua depressão, Claire Simmons (Jennifer Aniston) frequenta um grupo onde todos passam por dores crônicas. Um dos membros, Nina (Anna Kendrick), se suicida, e Claire fica obcecada pela história dessa moça a tornando uma nova motivação para sua vida, que aos poucos começa a desenvolver uma relação inesperada com o ex-marido de Nina, Roy (Sam Worthington).

Motivos para assistir:
• A melhor performance de Jennifer Aniston que rendeu uma indicação ao Oscar;
• O filme de norteia ao cotidiano de uma pessoa de uma pessoa que sofre de depressão devido a uma trama;

 

 

Copenhagen (2014)

copenhagem-esp-1811

 

Willian (Gethin Anthony) é motivado a ir à Copenhagen encontrar o local de nascimento do seu pai, para isto vai precisar buscar pelo seu avô William. Na cidade conhece Effy (Frederikke Dahl Hansen), que será muito útil em sua busca, porém, ele começa a sentir-se atraído pela garota. Por não sabe lidar com este sentimento e começar a descobrir detalhes do passado sórdido de sua família, ele tem muitas dificuldades durante a sua estádia na capital.

Motivos para assistir:
• Conhecer melhor a capital da Dinamarca;
• Vencedor do Slamdance Film Festival, Flórida Film Festival e Gasparilla International (Melhor Narrativa);

 

 

Enquanto Houver amor – And While We Were Here (2012)

enquanto-houver-amor-esp-1811

 

Jane (Kate Bosworth) viaja até Nápoles para acompanhar o seu marido Leonard (Iddo Goldberg), que fará uma apresentação na orquestra local enquanto ela escreve o seu próximo livro baseado em entrevistas realizadas com a sua avó. Ao se sentir entediada ela resolve sair para conhecer a cidade, mas caba conhecendo Caleb (Jamie Blackley) que vai tornar a viagem de Jane inesperada.

Motivos para assistir:
• Participou da Seleção do Festival de Cinema de Tribeca e Locarno;
• Um passeio pela Itália;
• Um conto transparente sobre o amor destruído e libertação;

 

 

Ferrugem e Osso – De rouille et d’os (2013)

ferrugem-e-osso-esp-1811

 

Stéphanie (Marion Cotillard), uma bela treinadora de orcas sofre um acidente em seu local de trabalho, anteriormente ao ocorrido, ela tinha conhecido Alain (Matthias Schoenaerts) ao apartar uma confusão em uma boate que estava para garantir sua segurança e a deixou em casa com um cartão caso precisasse de algum serviço, após sofrer o acidente ela resolve ligar para o rapaz e com isso iniciam uma história de amor.

Motivos para assistir:
• Uma história de superação e luta diária para se adaptar a uma nova forma de sobreviver;

 

 

Grandes Momentos – Save The Date (2012)

grandes-momentos-esp-1811

 

As irmãs Sarah (Lizzy Caplan) e Beth (Alison Brie) estão em um relacionamento com dois amigos que tocam em uma banda de rock.

Motivos para assistir:
• Um dos melhores filmes com histórias interligadas;
• Selecionado para ser exibido no Festival de Sundance;
• A Lizzy Caplan está incrível;

 

 

Juno (2007)

juno

 
A vida de Juno (Ellen Page) ficou complicada ao engravidar de seu melhor amigo (Michael Cera), agora ela tem que tomar uma grande decisão de conceder o seu bebê aos pais adotivos ou criá-lo.

Motivos para assistir:
• Uma comédia que quebra paradigmas;
• Um elenco que conta com atores como: Allison Janney e J. K. Simmons;

 

 

Loucamente Apaixonados – Like Crazy (2011)

loucamente-apaixonados-esp-1811

 

Uma das histórias de amor mais lindas contadas em filme, “Like Crazy”, que conta a história da inglesa Anna (Felicity Jones) que estuda nos EUA e neste período conhece Jacob (Anton Yelchin), um jovem americano. Eles ficam loucamente apaixonados, mas, ela ultrapassa um limite de estadia e é expulsa do país. Morando em continentes diferentes, eles vão tentar manter um relacionamento e passar por diversas dificuldades que vão colocar a prova o amor dos dois.

Motivos para assistir:
• Vencedor do melhor filme do festival Sundance;
• Vencedor da melhor atriz do festival Sundance;
• Uma das histórias de amor mais lindas do cinema abordando relacionamento à distância;
• Jennifer Lawrence está no elenco;

 

 

Black Rock – Terror na Ilha (2012)

terror-na-ilha-esp-1811

 

Katie Aselton (Abby), Lake Bell (Lou) e Kate Bosworth (Sarah) são três amigas de infância que estão passando por problemas em suas vidas, portanto, decidem fazer uma viagem juntas em uma ilha na Costa Leste americana. Lá descobrem a presença de três rapazes que propõem ser amigos delas, mas, elas não imaginam que eles não têm boas intenções e precisarão se unir para se manterem vivas.

Motivos para assistir:
• Exibido nos festivais de cinema de Sundance/Londres
• Um terror liderado por mulheres
• Tenso e corajoso

 

 

The Babadoock – (2014)

thebabadook-esp-1811

 

Seis anos após a morte de seu marido, Amelia (Essie Davis) não consegue superar a perda e nem lidar muito bem com o seu filho, o rebelde Samuel (Noah Wiseman). O garoto tem um livro chamado “The Babadoock” que reconhece imediatamente seu pesadelo. Certo de que Babadook deseja matá-lo, o menino começa a agir irracionalmente, para desespero de Amélia.

Motivos para assistir:
• Foi rodado através de financiamento coletivo;
• Um dos melhores filmes de monstros da atualidade;
• Segundo o Festival de Sundance é impressionante;

 

 

Apenas uma noite – Uma sola noche (2010)

uma-sola-noche-esp-1811

 

Ao passar uma noite separados Joanna (Keira Knignthey) e Michel (Sam Worthington) são tentados ao ato de trair.

Motivos para assistir:
• Uma história envolvente tratada de forma imperceptível por Knignthey Worthington;
• Um filme espanhol com atores americanos;

SHARE
Andreza Nunes
Nascida em Recife, jornalista por formação, adoro ensinar e trocar conhecimento. Acredito que o cinema é uma arte enriquecedora que pode promover reflexões, mudanças e propiciar a fuga da realidade.