24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo: A Experiência

Fiquei pensando nas N formas de escrever esse texto, e o meu veredito foi que faria dele uma pequena narrativa sobre alguns erros que cometi e as coisas boas que curti durante o primeiro dia na bienal.

Antes de tudo em minha legitima defesa tenho que avisar que essa foi a minha primeira bienal com a missão de desbravar o evento sozinho durante quase todos os dias. Nas outras duas edições em que eu participei, fui apenas como visitante acompanhado de amigos e em horários tranquilos, portanto graças a isso não tive nenhum problema. Sem mais delongas, vamos ao grande dia.

Inicialmente meu primeiro erro foi ter seguido para o evento direto de uma cansativa aula durante todo o período da manhã de sábado, logo vocês já devem imaginar o que aconteceu quando cheguei no Anhembi às 13h, após uma longa e exaustiva manhã. Sim eu estava morto, e com isso o aproveitamento já caiu brutalmente, então fica aqui a primeira dica; Nunca invente de passar em vários lugares antes de seguir para essas aventuras.

Antes de chegar no centro de exposições, semelhante a Comic Con Experience, eles liberaram um ônibus gratuito para levar todo o público do metrô até o evento. O transporte é confortável e vale a pena se você estiver disposto a enfrentar a fila enorme que o acompanha, ainda assim  é uma ótima opção para quem, assim como eu, também se perde com facilidade em qualquer trajeto por menor que ele seja. 😛

Finalmente chegando na bienal eu fui retirar a credencial, que infelizmente eles não liberaram antes do evento. A fila de imprensa era pequena mas ainda assim teve sua demora. Já no evento eu tive que atropelar tudo e todos em busca da praça de alimentação pois dada as condições, eu estava prestes a desmaiar. E essa premissa nos leva a segunda dica; Evite almoçar na praça de alimentação do evento, principalmente durante os horários de “pico”, leve um lanche e se for necessário recorra aos restaurantes em outros períodos. Com a lotação eu nem escolhi o restaurante, e sim ele que me escolheu. Por sorte e quase um milagre eu consegui achar uma mesa, sim milagres acontecem, mas não é bom contar com eles haha

Após a longa espera pelo almoço, me restaram apenas 10 minutos para achar o local em que o Chef Jacquin estaria dando uma palestra, porem não consegui achar o bendito, e antes que eu pensasse em qualquer alternativa me lembrei que os interessados precisariam retirar uma senha com 30 minutos de antecedência, logo já estava tudo perdido e eu fiquei bem triste 🙁

 

tumblr_ltnf00foey1qml7mlo5_500

 

Agora sim, depois de matar a fome e dar uma leve descansada pude finalmente começar a pensar em fotografar o evento e quem sabe comprar algo. Algumas fotos aqui e outras ali eu precisava conferir e postar o material, portanto fui procurar a sala de imprensa, MAS para achá-la em meio a multidão eu precisaria de um mapa, e Surprise! Eu uso Windows Mobile, e obviamente eu não possuo app do evento e nem Pokemon Go para capturar monstrinhos no caminho rsrs Segue a terceira dica; Não tenha um windows 10 Mobile.

Andei muito e achei um panfleto com o cronograma do dia e o bendito mapa, mas eu não sou muito bom em achar coisas, apenas em perder elas. Portanto não sei se isso seria uma dica ou algo básico, mas é bom você saber manusear esses “coisinhos”. Com sorte e comunicação eu achei a sala e nessa altura do campeonato eu não pretendia sair dela por um bom tempo.

 

tumblr_lfv5rxenz81qd3zns

 

Adepto a ideia de “descansar enquanto carrega pedra” eu  fui conferir o material e postar algumas fotos, MAS os pc’s não tinham entrada SD, apenas USB, e eu estava sem o cabo da câmera. Até tentei pedir emprestado mas a moça que poderia fazer isso já estava de saída. Com isso segue a dica 4; Leve todo tipo de equipamento e acessórios que você possa precisar, por mais simples que pareça ser.

Sem poder postar as fotos, eu apenas coloquei meu celular para carregar e fiquei tomando o suco de uva assustadoramente gostoso que eles disponibilizavam no local. Gente, é sério vocês não tem noção!! Eu nem sou fã de suco de uva, mas esse era especial. Sabe o que ele tinha?? Gengibre, essa coisinha o deixou tão refrescante que me fez esquecer de todos os problemas e apenas relaxar e querer mais. Alias sempre que enxiam a jarra o pessoal já levantava da escrivaninha e corria até o balcão. Ele foi sem dúvidas o protagonista do primeiro dia.

Depois do Full Restore de uva eu me lembrei do evento promovido pela Aleph que iria acontecer no final da tarde, e sem muita pretensão de encontrar um lugar vago, eu arrisquei e fui surpreendido conseguindo a senha (mesmo em cima da hora) e ainda podendo sentar na frente.

 

imagens-imagens-que-se-mexem-7

 

Basicamente o evento consistia em um bate papo descontraído com os grandes autores nacionais; Nelson de Oliveira e Bráulio Tavares. O tema era o mundo da ficção cientifica no Brasil, desde o preconceito que o gênero sofre até as dificuldades de novos autores em conquistar seu lugar no mercado. Aqui eu preciso elogiar a conduta honesta do intermediador da conversa, Daniel Lameira (editor da Aleph), mesmo quando questionado sobre as dificuldades de publicar um livro, o editor assumiu seus métodos de trabalho e não fez vista grossa para o problema e ainda enfatizou a importância de possuir contatos na área. Confesso que com algumas perguntas que surgiram eu fiquei curioso em imaginar como o representante da editora responderia, afinal naquele momento ele estava carregando a imagem da empresa, e por mais complicado que isso possa ser, ele se saiu bem e foi extremamente franco.

Com tudo em sua devida ordem e a paz restaurada pelo suco de uva, nada poderia dar errado, então eu apenas sai para tentar comprar alguns livros, porem dentro da minha pequena lista eu não achei nada em promoção, longe disso. Sendo assim antes de ir para casa eu passei no estande na editora Novo Século e fui retirar um kit especial que eles haviam reservado para os parceiros. Tenho que comentar que o pessoal da equipe foi super simpático. Dentro do kit vieram alguns acessórios e a HQ biográfica do Stan Lee que em breve ganhará uma resenha aqui no site. Ou seja, o saldo final do dia foi lindo e feliz <3

 

tumblr_m3dzlk4ycj1qmw6ew

 

Nos dias posteriores eu fui prevenido e cumpri todas as minhas tarefas sem grandes problemas, talvez o único diferencial foram as excursões escolares durante a semana que em alguns momentos atrapalharam e em outros tornaram o ambiente mais alegre. No restante creio que o segredo para curtir a bienal seja planejar com calma e evitar se sobrecarregar, pode ser clichê e até óbvio, mas justamente por isso nós acabamos deixando esses detalhes passarem batidos e podem acabar comprometendo toda a sua experiência.

OBS: O evento ainda não acabou, e com isso a minha cobertura também não chegou ao fim, portanto siga a nossa página no Facebook e o nosso perfil no Instagram para ficar por dentro de tudo que está rolando!

 

SHARE
Guilherme Soares
Criador e editor da Cine Mundo, diretor, roteirista e crítico de cinema. Viciado em séries, com um carinho especial pela eterna Six Feet Under e Buffy The Vampire Slayer.