A importância da música de John Williams para Star Wars

Star-Wars-The-Force-Awakens-Vanity-Fair-J.J.-Abrams-John-Williams-Kathleen-Kennedy

Enquanto aguardamos pelo Oscar 2016, que acontece na noite de hoje, porque não começar a torcer pelos seus favoritos? Star Wars – O Despertar da Força, por exemplo, concorre a cinco categorias, incluindo Melhor Trilha Sonora. E vamos combinar que a música da saga é um de seus traços mais marcantes, já que para nós fãs da franquia, só de ouvir a música-tema já associamos ao filme.

Assim como as belas canções feitas para cada protagonista dos seis episódios anteriores, em Star Wars – O Despertar da Força, John Williams também compôs músicas específicas para os novos personagens como Rey (Daisy Ridley) e Kylo Ren (Adam Driver).


Mais de trinta anos se passaram e o compositor afirma, em um making of divulgado, estar muito feliz de poder continuar a fazer parte de algo tão essencial para o longa. “J.J. [Abrams] conversou comigo sobre o sentimento que todos queremos ter de que isso ainda é Star Wars, especialmente conectado com os primeiros filmes”, explicou ele.

Além de manter as músicas-tema de Leia (Carrie Fisher), Han (Harrison Ford) e Luke (Mark Hamill), ele também usou elementos de outras canções já conhecidas para combinar com material inédito dos novos personagens. Segundo Williams, o tema de Rey tem um fundo musical que não é um tema heróico mas que denota uma aventura que promete se resolver de um modo grandioso e triunfante. “Quando a conhecemos pela primeira vez, ela está sozinha, sem pais… eu senti muita empatia por aquela garota. E eu acho que a música de Rey precisa ilustrar isso.”

Sobre compor a música tema de Kylo Ren, Williams afirmou que pensou nela como uma extensão da música que havia criado para Darth Vader. “Eu não queria que elas ficassem muito parecidas, mas se [a música de Kylo] pudesse passar, em algumas poucas notas, como a Marcha Imperial faz, esse poder e força malignos, força, ameaça… Precisa ser algo que atinja você de primeira e seja bem sucedido [na mensagem].”

Williams também comentou no vídeo que, quando fez a trilha do primeiro Star Wars, não sabia se haveria um segundo filme, e todos os envolvidos não tinham ideia se ouviriam as músicas novamente. “Quando tocamos a música do início e do fim com a orquestra, foi um momento de celebração para eles, para mim e para J.J. Foi como visitar um velho amigo.”

Agora imagina só o que você faria se encontra-se John Williams na vida real? Ficaria super emocionado? Foi exatamente assim que Daisy Ridley e John Boyega se comportaram ao encontrarem o mestre das trilhas sonoras, como podemos ver no vídeo do making of. Mas uma vez os atores da saga nos representaram.

RQJio7jqdybx

Com certeza vamos ficar na torcida por Star Wars – O Despertar da Força e pelo incrível John Williams.

SHARE
Juliana Schmidt
Sou do tipo que chora em filmes, séries e livros, por isso mesmo me considero uma apaixonada. Reparo em coisas que pouca gente presta atenção como figurinos, cenários e trilhas sonoras.