Café Society | O Figurino do Novo Filme de Woody Allen

chanel-cafe-society-01

O novo filme de Woody Allen, Café Society, abriu o Festival de Cinema de Cannes 2016 em grande estilo, com um elenco estrelado com nomes como Jesse Eisenberg, Kristen Stewart e Blake Lively, e um figurino que propõe uma imersão ao glamour da Hollywood dos anos 30.

20952581

A produção teve parte de seu guarda-roupa vintage assinado pela Chanel, que recriou diversas peças icônicas da época, assim como as joias, procurando fornecer um retrato fiel do Society Cafe, considerando que a própria Gabrielle Chanel participou desse período.

cafe

A protagonista Kristen Stewart é uma das musas de Karl Lagerfeld, atual diretor criativo da Chanel. O kaiser que é só elogios, disse que ela é uma das atrizes modernas que melhor conseguiu encarnar Coco Chanel, graças a sua brilhante atuação no curta dirigido pelo próprio estilista. Não é a primeira vez que Woody Allen procura Lagerfeld para a produção de um figurino, os dois já haviam trabalhado juntos no longa Blue Jasmine.

kristen-stewart-se-estrena-con-woody-allen-en-esta-pelicula

Suzy Benzinger, a figurinista responsável por toda a curadoria dessas peças, contou em uma entrevista ao Telegraph, que teve acesso direto ao acervo da maison francesa, pesquisando pelos modelos que melhor encaixariam na personagem de Kristen Stewart e que tecnicamente foram desenhados pela própria Coco Chanel, já que Benzinger consultou o acervo da marca.

A still from "Cafe Society" showing Kristen Stewart in custom-made white silk Chanel shorts alongside Jesse Eisenberg

 

“Eu não usei as peças originais no filme, mas copiei as que achei que tinham a ver com a personagem de Kristen. O acervo é climatizado portanto as peças não poderiam sair dali. Então eu escolhi o que queria e o ateliê da Chanel produziu tudo pra mim. Eles fizeram isso em apenas uma semana, pois ficam fechados durante todo o mês de agosto. Ainda bem que já tinham as medidas de Kristen. No total eu usei dois vestidos de festa, e o short branco foi copiado de uma peça dos anos 30 da Chanel” contou Suzy.

 

wasp2015_day_21-0031.CR2

Blake Lively também está no filme como uma das frequentadoras da casa noturna, que vivia cheia de profissionais da moda e do entretenimento da época. Lively tem um figurino glamouroso que lembra o das divas de Hollywood, com vestidos de festa longos e esvoaçantes.

blake-lively-cafe-society-promotional-stills-2016-4

Benzinger, recebeu ainda ajuda de duas outras maisons para completar o figurino do longa: Vionnet e Schiaparelli. A figurinista disse ainda que busca sempre encontrar uma referência real de quem essa personagem poderia ter sido. Segundo ela, a personagem Veronica, interpretada por Blake Lively, seria Carolina Herrera, justificando assim as referências para o guarda-roupa da personagem no filme.

carolina-herrera

 

“Ela tinha essa beleza elegante e atemporal, e eu pedi que Blake usasse a referência de Carolina o máximo que ela conseguisse. Eu não diria que copiei Carolina, mas fui bastante influenciada por ela”, explicou Suzy.

 

blog-1

cafe-society-kristen-stewart-woody-allen-2166

O principal objetivo do figurino de Café Society era mostrar a diferença na forma de se vestir da alta sociedade em Hollywood e Nova York. Detalhando essa importante diferenciação e mostrando o quanto as mulheres em Hollywood se vestiam para a fantasia, as estrelas de cinema eram capazes de carregar casacos de pele mesmo em pleno verão, só porque todas as famosas vestiam pele. Não era tanto uma questão de estar na moda, e sim, uma competição por status social. Nova York era o contrário disso, lá as mulheres eram guiadas pelas tendências lançadas pelas casas parisienses.

cafe-society-kristen-stewart-woody-allen-kinopoisk-ru-caf_26_23233_3b-society-2773182

cafe-society-kristen-stewart-woody-allen-2

O filme soube retratar de forma convincente essa diferenciação recriando não só cenários e roupas da época, mas também reforçando a organização social e comportamental do período.

cafe-society-277318721

SHARE
Juliana Schmidt
Sou do tipo que chora em filmes, séries e livros, por isso mesmo me considero uma apaixonada. Reparo em coisas que pouca gente presta atenção como figurinos, cenários e trilhas sonoras.