CCXP 2017: Danai Gurira comenta sobre a sua trajetória em The Walking Dead

Chegou a vez Danai Gurira voltar ao palco, mas para falar da série “The Walking Dead”, que amanhã, domingo, (10), exibirá um episódio muito aguardado pelos fãs.

Simpática, empoderada, e cheia de carisma, Danai conquistou fácil o público ao falar tanto da Marvel como da série. Ela inclusive o que despertou a sua atenção em Michonne quando descobriu o papel: “Caramba, que fantástico, nunca vi uma personagem como essa”, ela também ressaltou o quanto quis esse trabalho, “Eu queria muito conseguir o papel, eu fiz o meu melhor”.

Quando perguntaram se ela já sabia utilizar a famosa espada katana que a sua personagem da série usa, confessou: “Acabei aprendendo quando consegui esse trabalho, mexer nessa arma demanda muita movimentação do corpo”, Gurira ainda complementou falando da importância da arma; “É parte dela [a katana], na cena que ela e Rick ficam juntos a katana está ali do lado”.

A atriz também comentou sobre suas lutas e semelhanças com o espírito guerreiro dela com a personagem em questão, falando até da evolução que sofreu, ganhando camadas mais sensíveis ao longo das temporadas.

Como era de se esperar, perguntam a ela sobre o episódio que será exibido amanhã: “Vai ser incrível! Não posso dizer mais nada, porém nada será como antes.”

Para finalizar, Danai falou também como se sente ao entrar para a família Marvel; “É incrível, é um mundo totalmente diferente. Nós trabalhamos com muito esforço e em coletivo, foi como uma família mesmo”.

Ela então concluiu o painel passando uma importante mensagem: “Não sejam o que os outros querem que vocês sejam, sejam vocês mesmos. Vocês são brasileiros? Sejam os melhores brasileiros que conseguem ser.”

Danai Gurira se despediu dos público recebendo aplausos e gritos devido às fortes palavras, e sua empatia e personalidade.

SHARE
Otávio Renault
Nascido em São Joaquim da Barra interior de São Paulo, sou um escritor, cineasta, fotógrafo, desenhista e autor na Cine Mundo, além de um cinéfilo fã de Quentin Tarantino, J.J. Abrams, Neil Gaiman, viciado em séries e leitor de quadrinhos/mangás.