earl-fav-big

Eu, Você e a Garota que Vai Morrer é a adaptação cinematográfica do livro Me and Earl and the Dying Girl do escritor Jesse Andrews, e que adaptação!!!
A primeira vista o roteiro parece querer cair em determinados clichês, como por exemplo, o da garota com câncer em estado terminal e o personagem principal extremamente chato e irritante, só que aqui tudo funciona.

me-and-earl-and-the-dying-girl

Greg é tão chato que chega a ser legal, é raro quando isso acontece, mas é sempre bom, Thomas é um ótimo ator e consegue transpassar o que quiser através de sua ótima expressão corporal, o fato do personagem Greg não querer se importar com ninguém e passar pela escola desapercebido é bem desenvolvido e nos mostra como muitas vezes nós estamos inseridos em um meio e nem sempre estamos de fato lá.
O roteiro quebra bastante a quarta parede estabelecendo uma conversa fundamental entre filme e telespectador, sempre alertando sobre o futuro trágico dos personagens ou só brincando com clichês categoricamente dizendo “se esse filme fosse um romance…”, estas introduções se tornam fundamentais para o filme.

la-et-mn-me-earl-dying-girl-review-20150612-28

RJ Cyler faz sua primeira aparição nas grandes telas e não decepciona interpretando Earl, pelo contrario, ele impressiona positivamente fazendo uma antítese narrativa ao seu “amigo” Greg, além do mais a forma como a relação dos dois é sustentável, destrutiva e ao mesmo tempo sem sentido é no mínimo curioso que os dois sejam amigos, apesar de Greg nunca admitir isso.me-earl-dying-girl-trailer

Olivia cooke está quase perfeita no papel de Rachel, a garota que está morrendo, essa personagem difere um pouco de seus últimos trabalhos cinematográficos, que em sua maioria são filmes de terror, o ponto positivo é que apesar do papel ser relativamente pequeno e mal trabalhado ela se entregou ao personagem tanto que raspou os cabelos.

4ed34e7d-4921-418f-a1b1-a0abbe684b14-1020x612

No elenco de apoio temos ótimas interpretações de Connie Britton( Mãe do Greg), Jon Bernthal(Mr. McCarthy) e Molly Shannon (Mãe de rachel), os três estão individualmente bem em seus papeis, principalmente Jon, que nunca pensei conseguir o desvincular do Shane de The Walking Dead.

O filme faz grande homenagem aos clássicos do cinema, justamente porque Greg e seu amigo Earl remontam estes clássicos, eles já tem uma coleção de 42 remakes feito Por eles e não só por isso, em muitos momentos a câmera é colocada em um ângulo que remete a algum clássico do cinema, entre outras referencias literalmente escondidas.me-earl

O único ponto negativo do filme é que a personagem Rachel é muito mal desenvolvida, não sabemos de fato quem ela é, as coisas que ela gosta, mas conseguimos entender um pouco disto como reflexo da personalidade de Greg, que é dotado de indiferença e egoísmo, já que vemos a história pelos olhos dele e ele não se importa com ninguém.

Eu, Você e a Garota que Vai Morrer é uma ótima adaptação que traz a tona um ponto de vista de alguém que não está nem ai pra nada, talvez fique uma leve critica para nossa sociedade atual, que ás vezes não se dá conta das coisas difíceis e muitas vezes faz piada com temas importantes como a morte ou a dor do outro.

Trailer:

Eu, Você e a Garota que Vai Morrer estreia dia 5 de novembro no Brasil.

 

Data de lançamento: 12 de junho de 2015 (EUA)

Direção: Alfonso Gomez-Rejon

Gêneros: Comédia, Drama

Elenco: Thomas Mann, RJ Cyler, Olivia Cooke, Connie Britton.

REVIEW OVERVIEW
Eu, Você e a Garota que Vai Morrer
SHARE
Apenas um cara vivendo entre palavras, imagens e sons dispostos em composição em uma tela