[Crítica] O Último Capitulo – Netflix

O Último Capítulo”, novo longa-metragem original Netflix acaba de entrar no catálogo do serviço de streaming um pouco antes do fim do mês, e assim pudemos conferir a nova empreitada da empresa.

O filme tinha apresentado um intrigante e empolgante trailer, que chamou a atenção de muitas pessoas, infelizmente a produção foi bem abaixo das expectativas.

A história gira em torno da enfermeira Lily (Ruth Wilson), responsável por cuidar de Iris Blum (Paula Prentiss) escritora de best-seller de horror que sempre preferiu ficar mais em casa, no entanto, a sua cuidadora acredita que o livro de sua paciente possui profecias de sua própria vida.

 

o_ultimo_capitulo_original_netflix_

 

O filme possui um bom argumento e um tom de terror psicológico na trama, mas o roteiro acaba deslizando muito ao ficar extremamente arrastado, e dar explicações no tempo que o diretor acha conveniente, o tornando cansativo e mal desenvolvido.

Agora falando sobre a direção, o diretor Oz Perkins se empenha em contar uma história de terror psicológico fora do comum lidando com realidade, ficção e espíritos vingativos, mas com o fraco roteiro e atuações medíocres, ele não consegue se destacar e segurar o filme.

Quanto as atuações, estão bem inferiores, enfraquecendo o filme, afinal esse é um projeto onde a produção depende quase que totalmente das expressões e performance da atriz Ruth Wilson, que só traz caretas em toda sua presença no filme, já o resto do elenco aparece muito pouco em cena.

A fotografia do filme é muito bem elaborada trazendo uma boa e curiosa atmosfera pesada de terror e drama psicológico, com sombras e cheia de planos e ângulos curiosos de câmera.

O som e a trilha deixam a desejar, pois os efeitos sonoros exageram em diversos momentos, e acabam não condizendo com o clima do filme.

O Último Capitulo, é um filme de bom conceito e com boa atmosfera, mas que desliza em defeitos demais e se torna arrastado, sem ritmo é muito confuso, esperemos que as outras produções de terror do serviço de streaming não sigam esse mesmo caminho.

REVIEW OVERVIEW
Roteiro
1
Direção
3
Atuações
1
Direção de Fotografia
7
Direção de Arte
3
SHARE
Otávio Renault
Nascido em São Joaquim da Barra interior de São Paulo, sou um escritor, cineasta, fotógrafo, desenhista e autor na Cine Mundo, além de um cinéfilo fã de Quentin Tarantino, J.J. Abrams, Neil Gaiman, viciado em séries e leitor de quadrinhos/mangás.