poster-de-que-horas-ela-volta-1440481894769_768x1137

 

Aquele filme que te dá dor de estômago.

Dirigido por Ana Muylaert, Que Horas Ela Volta? ,conta a história da pernambucana Val (Regina Casé)que há dez anos trabalha como empregada domestica em são Paulo a fim de dar melhores condições a sua filha Jéssica (Camila Márdila), que agora pede ajuda a sua mãe para poder prestar vestibular em são Paulo.

Há muito tempo um filme não me deixava assim, com dor de estômago, Que Horas Ela Volta? te incomoda a esse ponto, você acaba se vendo e se colocando no lugar dos personagens, principalmente no de Barbara (Karine Teles) a patroa de Val, que cumpre bem o papel de pessoa rica que se acha melhor ao ponto de pensar que todo pobre é sujo, isso fica bem explicito quando ela manda limpar a piscina logo após a filha da emprega tomar banho.

572123.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

O filme foca num ponto importante que até então aos olhos de nós brasileiros era algo comum, no inicio desse ano nos EUA surgiram várias pesquisas dizendo que brasileiros quando procuram casa no exterior sempre querem a casa com um quarto a mais, para suas empregadas.

Ter um quarto para empregada nos dias de hoje é quase como se retrocedêssemos ao período da escravatura no país, é o estilo moderno de casa grande e senzala atual, não devemos pensar que outras pessoas tem de estar a nossa disposição horas por dia, Que Horas Ela Volta? É genial por trazer esse assunto a tona.

Outro ponto interessante é a direção quase documental de Ana Muylaert, ela faz questão de focar em coisas simples, como o prato no chão do quarto ou o copo em cima da mesa, a câmera quase que escondida na cozinha, funciona bem.

regina-case-em-cena-do-filme-que-horas-ela-volta-1438879797122_956x500O roteiro também é ótimo, mas só deu certo pelas atuações que são ótimas, tire todo seu preconceito com a apresentadora do esquenta, pois se você ainda não sabe ela é uma grande atriz, e nesse filme ela aborda bastante sua veia cômica.cena-de-que-horas-ela-volta-1440481870402_956x500

Camila Márdila também está ótima, a relação de Jéssica com a sua mãe é muito crível, o fato de não chama-la de mãe justamente por não ter sido criada por ela faz sentido na trama que também aborda a relação das empregadas com os filhos de seus patrões.

O filme está concorrendo a uma indicação ao Oscar, e isso é muito importante para o cinema brasileiro, esse filme, como qualquer outra produção nacional, soa de forma diferente fora do Brasil, alguns detalhes que para nós brasileiros passa desapercebido para qualquer estrangeiro é quase gritante na tela, principalmente o fato de que ainda nós temos empregadas que dormem em seus trabalhos.

Que-Horas-ela-volta

Que horas ela volta? É um filme que precisa ser visto, por ser muito crítico, por ter uma excelente direção, um roteiro atual e interpretações ótimas, Ana Muylaert está de parabéns por conseguir tirar o publico de sua zona de conforto e apontar falhas no seu comportamento, nas relações humanas e em como pessoas de classe média veem seus empregados, e como você enquanto telespectador se vê incomodo com essas situações.

 

Assista ao trailer de Que horas ela volta?

Data de lançamento: 28 de agosto de 2015 (EUA)

Direção: Anna Muylaert

Duração: 1h 54m

Gênero: Drama

Roteiro: Anna Muylaert, Regina Casé

REVIEW OVERVIEW
Que Horas Ela Volta?
SHARE
Apenas um cara vivendo entre palavras, imagens e sons dispostos em composição em uma tela