“Superação – O Milagre da Fé” como o titulo sugere, é um filme sobre fé, e esse é um tema subjetivo, portanto aqui vamos nos ater a falar sobre a fé da personagem Joyce Smith que lhe concedeu o poder da cura. Acreditar neste feito ou não, é uma questão de cada um.

Na trama, quando o filho adotivo de Joyce Smith (Chrissy Metz), John, cai em um lago congelado no Missouri (EUA), todas as esperanças parecem perdidas. Com John quase sem vida, Joyce se recusa a desistir. Sua implacável convicção inspira as pessoas ao seu redor a continuarem orando pela recuperação do jovem, mesmo diante de todo o histórico do caso e previsões médicas apontando para o pior, ela se mantém firme acreditando na recuperação do filho.

Crítica: Superação – O Milagre da Fé

Joyce conduz toda a trama, ela é a líder da família, engajada na sua igreja e vem sempre tentando participar mais da vida de seu filho John Smith (Marcel Ruiz) que é um adolescente de 14 anos, fase em que os hormônios estão a flor da pele e ele quer se desligar mais da mãe, passar mais tempo com os seus amigos e ter a sua privacidade. Já o seu pai, Josh Lucas (J. Edgar) é daquele tipo que quer ser o melhor amigo do filho, concedendo as suas vontades e ficando mais omisso em relação a educação de Jonh.

Com direção de Roxann Dawson e baseado nas páginas do livro de Joyce Smith, Superação – O Milagre da Fé narra todos os acontecimentos vividos pela família após a queda de Jonh e dois pontos interessantes são abordados no roteiro. O primeiro deles está na relação da protagonista com o pastor Jason (Topher Grace) que tem um jeito moderno de ministrar os cultos, enquanto Joyce está acostumada a conduzir os eventos da igreja de forma mais tradicional, esse conflito resulta na quebra de alguns paradigmas no decorrer do filme. Já o segundo ponto é em relação ao bombeiro Tommy Shine (Mike Colter), que não tem muita fé e após os acontecimentos ele se vê diante de uma luta interna com as suas convicções.

A família Smith é muito religiosa, mas o foco do filme é tirado da religião e direcionado a fé de Joyce e de todas as pessoas que cercam a vida de Jonh. Após o acidente, o garoto perde a consciência, e todos os médicos informam que dificilmente ele irá sobreviver e que caso isso aconteça ele terá sequelas para o resto da vida, mas Joyce se cerca de forças positivas e decide acreditar que ele ira sair dessa situação vivo e sem qualquer tipo de sequela e, com o passar dos dias o garoto começa a responder o tratamento. 

“Superação – O Milagre da Fé” é clichê, mas conta com a atuação Chrissy Metz que nos convida a conhecer a fé de sua personagem Joyce Smith e a torcer pela recuperação de seu filho, assim como todos da comunidade fazem, mostrando que a fé serve como suporte emocional para todos, independentemente de religião.


Trailer:

REVIEW OVERVIEW
Roteiro
6
Direção
5
Atuações
7
Direção de Arte
6
Direção de Fotografia
6
SHARE
Andreza Nunes
Nascida em Recife, jornalista por formação, adoro ensinar e trocar conhecimento. Acredito que o cinema é uma arte enriquecedora que pode promover reflexões, mudanças e propiciar a fuga da realidade.