Daisy Ridley recebe críticas ao seu corpo e responde da melhor maneira

daisy_ridley-wide

Daisy Ridley foi destaque em 2015, graças a sua incrível personagem Rey em Star Wars – O Despertar da Força, a atriz ajudou a provar uma tendência cada vez mais presente no cinema, a de que há, e muito, espaço para as mulheres em qualquer gênero de filme, inclusive nos de ação e aventura, isso vem provando que cada vez mais as mulheres estão em lugares que costumavam ser majoritariamente ocupados por homens.

Acontece que ter uma mulher num papel de tanto destaque incomoda muita gente e a prova disso é que, há alguns dias, uma piada começou a circular na web a respeito de sua escalação para o Episódio VII de Star Wars. A imagem mostra Rey e um balão de fala em que se lê: “Eu não consigo acreditar nas expectativas irrealistas que estou criando nas jovens garotas. Quem me escolheu para este papel, afinal? Eles não sabem que mulheres de verdade têm curvas?” Em resposta Ridley republicou a imagem em seu perfil no Instagram (posteriormente deletada), na legenda, ela respondeu à crítica: “Mulheres de verdade’ vêm em todos os tamanhos e formas, todas as etnias, todos os níveis de bravura, têm famílias, não têm famílias. Eu sou uma ‘mulher de verdade’ como todas as outras mulheres deste mundo.”

Daisy, porém, acabou deletando a imagem porque vários de seus seguidores estavam indo ao perfil que originalmente a publicou para demonstrar sua insatisfação, e assim tecer críticas e mensagens de ódio. Após a repercussão, Ridley publicou uma outra nota, explicando a situação de forma a acalmar os ânimos e demonstrar as suas reais intenções. Leia na íntegra:

“O que é estranho é que na maior parte do tempo eu recebo lindas mensagens de pessoas de todas as partes do mundo. Pessoas que se identificam com alguma coisa da Rey que elas não haviam encontrado em outra personagem feminina antes. Pessoas cujas filhas agora sabem que podem fazer coisas sem auxílio de um homem, mas que não teriam vergonha de pedir ajuda. Pessoas que amaram que O Despertar da Força tem múltiplas personagens femininas incríveis. É muito mais doloroso continuar a criticar outras mulheres do que SER uma mulher, SER uma personagem, SER quem quer que você queira ser. Eu sou uma garota normal inserida em circunstâncias extraordinárias, assim como Rey. Eu não vou pedir desculpas por ser como eu sou, pelo que eu digo e como eu vivo a minha vida, pois o que está acontecendo por dentro é muito mais importante, e eu estou me empenhando para ser a melhor versão de mim mesma, embora eu tropece ao longo do caminho. Parece apto eu ser tagueada neste post um dia depois de receber comentários misóginos na minha publicação do Dia Internacional da Mulher [a publicação deletada]. Para todas vocês que celebram uns aos outros, celebram quem vocês amam, se amam, trabalham duro, são gentis, obrigada pelo seu apoio contínuo e amor nas redes sociais. Para quem tiver problemas com QUALQUER UM na vida, seja esta pessoa alguém que você conhece ou não, lembre daquela expressão, se você não tem nada de bom para dizer, então não diga nada. Gentileza não vai curar o mundo de toda a maldade, mas é um bom lugar para começar.”

Na legenda, ela ainda explicou: “Pessoal, não foi a minha intenção que alguém mandasse mensagens para a pessoa que publicou a foto originalmente. Toda a minha publicação é sobre sermos gentis uns com os outros, então por favor, contenham-se!”

SHARE
Juliana Schmidt
Sou do tipo que chora em filmes, séries e livros, por isso mesmo me considero uma apaixonada. Reparo em coisas que pouca gente presta atenção como figurinos, cenários e trilhas sonoras.