Entrevista | Júlia Rabello, Arlindo Lopes e Leonel Vieira falam sobre “Alguém Como Eu”

Na última quinta-feira (24), a comédia “Alguém Como Eu” chegou aos cinemas trazendo uma história romântica entre Paolla Oliveira e Ricardo Pereira nas terras portuguesas. Nós da Cine Mundo tivemos a oportunidade de conversar com o diretor Leonel Vieira que nos contou mais sobre o projeto, além de Júlia Rabello, aclamada pelo seu trabalho no canal Porta dos Fundos, e Arlindo Lopes, que no filme vive o melhor amigo da protagonista.

Alguém Como Eu

O projeto

Inicialmente o diretor português, Leonel Vieira, comentou um pouco sobre como surgiu o projeto: “O filme surgiu de uma conversa que eu e o Fabiano [produtor] tivemos em Berlim. Nós já nos conhecíamos e eu já tinha alguns longas como co-produtor, mas ele decidiu que era hora de eu dirigir e então começamos a pensar em que tipo de história poderíamos fazer. Na minha produtora eu já tinha o roteiro de uma história sobre uma moça que sai do Brasil e parte para Portugal, onde acaba se apaixonando. Então era uma história que viajava e isso era legal, não rodar o filme inteiro no mesmo país”, concluiu.

No filme, Helena (Paolla Oliveira) é uma mulher bem sucedida, mas que sente que falta alo a mais em sua vida. Pensando em dar uma nova oportunidade para si mesma, ela viaja para Portugal, onde acaba conhecendo e se apaixonando por Alex (Ricardo Pereira). Apesar da linda história de amor que o casal vive no início da relação, com o passar do tempo Helena começa a sentir-se cansada da relação e, após um desejo mal interpretado, ela passa a enxergar Alex como uma linda mulher.

Elenco

Sobre a escolha do elenco o diretor comentou: “A Marcela [produtora de elenco] começou a me sugerir atores e nós ficamos um ano trabalhando nisso, porque eu não tinha nenhum nome claro na minha cabeça, mas então começaram a surgir alguns e foi depois de montar o elenco que nós conseguimos criar a cara e a forma desse projeto.”

Filmagens em Portugal 

A atriz, Júlia Rabello, falou sobre filmar em Portugal: “Foi uma experiência muito gostosa. eu já tinha ido uma vez com a minha família e depois com o ‘Porta dos Fundos’ e eu fiquei muito chocada com o sucesso que o Porta fez por lá”, revelou a humorista. “Eu cheguei lá [em Portugal] e ainda não tinha entendido que a repercussão dos meus vídeos do Porta dos Fundos tinha sido tão grande. Confesso que eu fiquei muito surpresa. O vídeo “Sobre a Mesa” teve uma audiência muito forte lá e eu não tinha sido preparada para isso”, finalizou.

Júlia ainda nos contou um pouco sobre a sua relação com o público português: “Tem sido uma experiência incrível criar essa relação com o público português, que, inclusive, frequentam as minhas redes sociais e acompanham a minha carreira. Acho muito lindo e fofo. Eu nunca imaginei isso”, encerrou.“Meus primos portugueses amam a Júlia por causa dos videos do Porta dos Fundos”, acrescentou o colega de elenco, Arlindo Lopes.

Para finalizar, o diretor ainda revelou: “Deste elenco todo, eu não tinha pensado em trabalhar com a Paolla, mas uma atriz com quem eu sempre quis trabalhar era você [Júlia], por causa da reputação que você já tinha em Portugal devido ao Porta dos Fundos”.

“Alguém Como Eu” já está em cartaz nos cinemas.

SHARE
Guilherme Soares
Criador e editor da Cine Mundo, diretor, roteirista e crítico de cinema. Viciado em séries, com um carinho especial pela eterna Six Feet Under e Buffy The Vampire Slayer.