[#FQVPV] 2001- Uma Odisséia no Espaço (1971)

12-_PreRel_CIEDU_foto

Im sorry Dave,I am afraid I can’t do that

Digamos que vivemos em uma cidade utópica do futuro, onde a margem da criminalidade é uma das maiores do mundo, tal cidade está atolada em dividas governamentais e propostas políticas de repressão para o convívio do povo,esta cidade estava com os olhos fechados durante muito tempo, e o poder da inteligência artificial ultrapassou as de raça humana, simplesmente porque ao decorrer dos anos ,tal sociedade estava nos limites da futilidade deixando a filosofia morta e a arte escassa, pois o governo determinava as medidas cabíveis para dignidade do homem ,tornando o frívolo.

Para tirar essa hipocondria fútil um certo tipo de arte foi estabelecido pela IA, gerando revolta nessa cidade .Este novo modelo de arte deixou um pensamento escuso nos seres desta cidadela ,eles a hostilizavam de modo que aguçava seus pensamentos e assim criou se a crítica ,tal arte verborragiou e generalizou o controle dessa cidadela novamente nas mãos dos seres humanos,esta arte é o próprio conhecimento.

Kubrick em mais umas de suas super produções atribuiu em 2001 uma odisseia no espaço um termo fidedigno para o ser humano e como ele possivelmente irá conquistar seus deveres futuramente,assim como em laranja mecânica as metáforas e análogos são visíveis ,porém ambos são distintos pela sagacidade ao qual laranja mecânica proporciona. 2001 é um salto quântico de ficção científica em prol do misticismo e linhas contraditórias de interpretação.

2001-a-space-odyssey-original2001 – Uma odisseia no espaço é uma contagem regressiva para o futuro,o mapa para o destino da humanidade,uma indagação para o mesmo.Ele é fascinante ,vencedor do oscar de melhores efeitos especiais,mostra o drama entre máquina e o homem envolto em música e movimento,um trabalho tão influente que Steven Spilberg o comparou com o big bang por ser um marco de produção,já que a fotografia era limitada para o ambiente inteiramente proporcionado pelo controle do computador.

Talvez seja o maior trabalho de Stanley Kubrick que ainda inspira e fascina inúmeras gerações .Para começar a viagem pelo futuro utópico,Kubrick demonstra nosso passado ancestral ,então salta milênios para o espaço colonizado onde o astronauta Bowman (Keir Dullea) entra realmente no universo para uma odionda viagem até júpiter,só assim o mesmo descobre que estará entrando para imortalidade.

Os fusos quânticos de 2001 ocorrem ao decorrer dos atos ,no primeiro ato se percebe o quão os seres eram irracionais e como o poder da inteligência era primordial para que as raças pudessem evoluir,logo o ambiente deixa um tom obscuro,levando a hipótese de que o desconhecido será um fardo para a raça humana,o conhecimento necessário deve ser atingido para que não ocorra uma falha no crescimento populacional e assim criar uma terraformação,pois o nosso espaço já está fétido e quente para sobreviver.

Logo após,os tais seres irracionais descobrem a razão pela sua existência e saem daquela cidadania fútil e desesperada, a ferramenta é algo necessário para a conduta do filme ,ela acaba se tornando útil para esses seres pois eles descobrem que mesmo tendo erros nessa cidadela ,eles precisam sobrepor um meio para que ela não sucumba,Kubrick demonstra o osso como uma metáfora para as armas ,assim demonstrando que a razão da nossa existência são as formas de violência que um indivíduo procura para a própria sobrevivência.

E assim o ato segue a comparação entre os ossos e a nave flutuando em meio a gravidade é um fato fatídico para demonstrar o quanto o ser humano progrediu eticamente ,moralmente,intelectualmente e até mesmo a grandiloquência da cidadania se tornou algo benévolo ,tanto que a terraformação em lua fora umas das causas para realmente demonstrar a progresso do ser humano.A interação social é outro argumento que o filme procura estabelecer deixando uma linha tênue em ambos os ambientes,já que os diálogos entre os macacos eram depravados sempre demonstrando rancor para com o outro ,a diferença é gritante ,já na atualidade o meio de interação já é algo simples não carregando a dificuldade de se interagir e não gerando indiferencia.

Ao passar da viagem espacial ,um certo grupo encontra em clavius ,onde uma suposta epidemia havia aglomerado,um monólito ,o mesmo monólito que os nossos ancestrais encontraram em suas hipocondríacas vidas,tal monólito é uma forma de reprimir os conceitos e conhecimentos humanos ,já que a origem de sua existência é desconhecida e isso transcende ao decorrer da história, explicando que mesmo tendo todo o conhecimento sobre as coisas palpáveis e mesmo deixando a filosofia também transcender ,a frivolidade e a capacidade humana sempre serão as mesmas ,sempre vivendo naquele choque de descoberta sobre coisas irrelevantes e não se atentando aquilo que é realmente importante.

Kubrick proporciona estas hipóteses sobre a importância do ser humano para a evolução e a propagação de influências futuras sobre a vida.Apesar do conhecimento a vida sempre será uma questão difícil para o homem.A viagem que Bowman faz é uma explicação da experiência da futilidade humana ,mostrando esses mesmos requisitos. Bowman vê espectros de luz ,a velocidade da mesma ,surtos que o deixam imortal ,pois o tempo regrediu e sua vida agora é um fardo único na vida do universo,assim nascendo novamente ,no grande ventre da vida.

Garanto o medo do desconhecido.

//

REVIEW OVERVIEW
Nota
SHARE
Engenharia mecatrônica e programação são uma das minhas possíveis e futuras profissões porém minha passividade é o cinema. Paulista nerd com 17 anos de idade. Back to the future