Hnery Cavill fala sobre a mitologia dos bruxos de “The Witcher”

Durante entrevista ao Comic Book, o astro Henry Cavill de The Witcher falou um pouco sobre os bruxos e a mitologia ao redor da série da Netflix, produção que chegará ao catálogo do serviço de streaming ainda nesse ano.

“Não é que os bruxos não devam tomar decisões morais, é que há o mito de que eles não têm emoções, mas é isso que os ajuda a serem caçadores, e se eles não têm emoções, eles podem negociar tão duro quanto querem e alguém não pode chantageá-los”, disse Cavill.

“Geralt tem muito disso em The Witcher. Ele tem esse exterior duro porque acredita que é assim que o mundo é, mas na verdade lá no fundo há esse homem que acredita no que o mundo pode ser.”

A história da série fala sobre o bruxo Geralt, um caçador de monstros que se livra de enormes pestes por um bom dinheiro. Mutante, ele luta para encontrar seu lugar em um mundo no qual as pessoas frequentemente se mostram mais cruéis do que as criaturas que ele enfrenta. O bruxo também tem uma filha adotiva, a Ciri, personagem importante nos livros e jogos que também atua como uma guerreira e feiticeira.

Confira abaixo o trailer da série:

Andrzej Sapkowski, o escritor dos livros originais, atuará na produção como consultor de roteiro para a NetflixTomasz Bagiński, que dirigiu os vídeos de apresentação dos jogos da série de games irá dirigir pelo menos um episódio na temporada.

Henry Cavill protagonizará a produção, no elenco ainda temos nomes como Millie Brady, Freya Allan, Anna Shaffer, Jodhi May, Anya Chalotra e Björn Hlynur Haraldsoon.

Lauren S. Hissrich, de Demolidor, será a showrunner e roteirista da adaptação live-action da franquia.

The Witcher deve chegar em dezembro ao catálogo da Netflix.

 

SHARE
Otávio Renault
Nascido em São Joaquim da Barra interior de São Paulo, sou um escritor, cineasta, fotógrafo, desenhista e autor na Cine Mundo, além de um cinéfilo fã de Quentin Tarantino, J.J. Abrams, Neil Gaiman, viciado em séries e leitor de quadrinhos/mangás.