“Orfão” vence o prêmio de Melhor Curta-Metragem no “Grande Prêmio do Cinema Brasileiro”

O Órfão, escrito e dirigido por Carolina Markowickz e produzido por Mayra Faour Auad e Mario Peixoto, da YOURMAMA, recebeu nesta quarta-feira, 14 de agosto, o prêmio de Melhor Curta-Metragem Ficção no 18º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, a mais importante premiação do cinema nacional, cuja cerimônia aconteceu no Theatro Municipal de São Paulo.

O filme coleciona indicações e premiações em festivais nacionais e internacionais, como o Festival de Cannes, onde foi premiado com a Queer Palm; o Festival Biarritz América Latina; e o Festival Internacional Queer de Lisboa.

Inspirada em uma história real, a produção narra a trama de Jonathas, adotado e depois devolvido por causa do seu “jeito diferente”. Protagonizado por Kauan Alvarenga, O Órfão tem também no elenco Clarisse Abujamra, Georgina Castro, Ivo Müller e Julia Costa.

Carolina codirigiu o curta-metragem 69-Praça da Luz, vencedor do Festival do Rio de 2008Edifício Tatuapé Mahal, outro curta da diretora, teve sua estreia no Festival Internacional de Toronto, no Canadá, em 2014, assim como Namoro à Distância – que, além de Toronto, fez parte da seleção oficial do SXSW.

SHARE
Otávio Renault
Nascido em São Joaquim da Barra interior de São Paulo, sou um escritor, cineasta, fotógrafo, desenhista e autor na Cine Mundo, além de um cinéfilo fã de Quentin Tarantino, J.J. Abrams, Neil Gaiman, viciado em séries e leitor de quadrinhos/mangás.