Confira o que achamos dos três primeiros episódios de “Coisa Mais Linda”, nova série nacional da Netflix

É bem difícil imaginar que uma série estrelada por Maria Casadevall, Pathy de Jesus, Mel Lisboa e Fernanda Vasconcelos não seja boa, ainda mais quando falamos de uma produção original Netflix. Dito isso, já deu para notar que as primeiras impressões de “Coisa Mais Linda“, série nacional do serviço de streaming que entra para o catálogo nessa sexta-feira, 22, foram bastante positivas.

Essas incríveis atrizes dão vida a quatro fortes personagens, respectivamente: Maria Luiza, Adélia, Theresa e Lígia, que vivem na sociedade machista e preconceituosa do Rio de Janeiro, em 1959 e precisam lutar contra os mais diversos obstáculos para conquistarem seus objetivos.

A trama é focada principalmente em Maria Luiza. Paulistana, ela se muda para o Rio de Janeiro na intenção de abrir um restaurante com o marido, mas acaba descobrindo que foi abandonada por ele. A partir daí, Malu decide tocar o negócio de forma independente e conta com a ajuda de uma nova amiga, Adélia (Pathy de Jesus).

Maria Casadevall e Pathy de Jesus tem uma ótima química em cena e protagonizam um diálogo bastante forte e emocionante no terceiro episódio. Aliás, a série toda aborda questões fortes e importantes que, inclusive, são bastante atuais.

A trama é ótima para quem gosta de personagens femininas fortes e traz para discussão temas como machismo, racismo e relacionamento abusivo. Além de ter uma fotografia linda e uma trilha sonora que faz homenagem ao samba, a bossa nova dos anos 60 e também a cantores consagrados como Chico Buarque e Tom Jobim.

Assista ao trailer abaixo:

REVIEW OVERVIEW
Roteiro
9
Direção
9
Atuações
9
Direção de Arte
9
Direção de Fotografia
9
SHARE
Avatar
Jornalista, maratonista de séries, apaixonada pelo mundo do cinema e aspirante a fotógrafa.