[Primeiras Impressões] Preacher

 

o-preacher-serie

Como vem ocorrendo nos últimos anos, a indústria cinematográfica está investindo cada vez mais em adaptações de livros, HQs e/ou até mesmo em mangás. A mais nova aposta é a série da AMC, Preacher.

A série Preacher é baseada na HQ que leva o mesmo nome, lançada em 1995, escrita por Garth Ennis e desenhada por Steve Dillon, publicada pelo selo Vertigo da DC Comics, e conta a história de Jesse Custer, pastor que foi possuído por uma entidade chamada Gênesis (que é nada mais nada menos, o filho de um anjo com um demônio), onde a partir dessa fusão Jesse adquire o poder da “palavra de Deus”. Tal poder faz com quer o pastor passe a ser perseguido por anjos, que buscar matá-lo e levar de volta Gênesis.

Para quem já leu a HQ vai gostar bastante desta série. Encabeçados no roteiro e produção, Seth Rogen (O virgem de 40 anos/Vizinhos), Evan Goldberg (produtor de Superbad/É o fim) e Sam Catlin (produtor de Breaking Bad)  conseguem retirar do quadrinho de forma magnífica os personagens Jesse Custer e o vampiro irlandês Cassidy, interpretado por Dominic Cooper (Mamma Mia/Capitão América: O primeiro vingador) e Joseph Gilgun (This is England/Misfits). A semelhança dos personagens é tanta, que a sensação que dá é que estamos lendo a HQ. O sarcasmo, a violência, o humor, os diálogos estão todos na medida certa para uma boa adaptação. O bacana é que a produção se preocupa em contar a história de uma forma que os fãs gostem e aqueles que não conheciam o quadrinho, passe a gostar e entender.

BN-OC885_gilgun_J_20160520150142 preacher-episode-101-jesse-cooper-935   Manners_-AMC-Serie-Preacher_-5 preacher-1-1024x543

A forma como a série começa, já agrada muito. A chegada de Gênesis e as várias tentativas frustradas de adaptar-se ao um corpo humano, todos eles sendo lideres religiosos de religiões distintas, mostra que a série, assim como na HQ tem um teor religioso totalmente escrachado, onde a grande piada foi a explosão do ator Tom Cruise, que na vida real é um dos lideres da Igreja Cientologia. Aos poucos vemos os personagens principais sendo apresentados, como Tulipa, a ex-namorada de Jesse, interpretada pela belíssima Ruth Negga (Loving/Jimi: Tudo a meu favor), com uma personalidade impar, ela dá um toque de mulher extremamente forte e independente, assim como mostra uma cena em que Tulipa briga com um homem de igual para igual, enquanto o carro vai em toda a velocidade no meio de uma plantação. Temos também o Eugene/Cara de cu (Ian Colletti), outro personagem que parece sair direto dos quadrinhos para a TV.

8_PRE_101_LJ_0522_0415_R3_V3_2040.0  preacher-arseface

Assim como em toda adaptação há novidades, e uma delas foi a criação da personagem Emily Woodrow (Lucy Griffiths, da série True Blood), que não faz parte da HQ, mas que se encaixou perfeitamente na série, dando vida a uma garçonete viúva e mãe de três filhos. Emily é o braço direito de Jesse, sempre o ajudando nas questões relacionado à igreja, além de ter uma quedinha por ele, algo que percebemos logo de cara.

preacher-639x450

O que deixa a desejar até o momento, já que a série irá ao seu quarto episodio, foi como a presença do Xerife Hugo Root, interpretado pelo ator William Earl Brown (Bloodworth/Aliança do Crime) está sendo tão irrelevante como a de um figurante, o que não acontece nos quadrinhos.

Vale destacar que a série está apenas começando, e verdade seja dita, com um começo muito bem estruturado, tanto na apresentação dos personagens, como na narração, cenários, atores, trilha sonora, não esquecendo que, apesar de ser uma adaptação, e como nenhuma adaptação é fiel ao original, podemos dizer que, até o momento, Preacher está cumprindo seu papel.

Confira o trailer de Preacher: