165465465

Título: Brasyl
Autora: Ian McDonald
Ano: 2015
Editora: Saída de Emergência
416 páginas

Três personagens,três histórias,tempos e vidas paralelas em um mesmo Brasil ou não… O autor Ian McDonald nos apresenta três cenários diferentes: um futurista,onde tem uma vibe meio cyberpunk; outra contemporânea,mais conhecida como ”tempos de hoje” 😛 ,nessa época tem a grande febre dos reality shows. E a ultima se passa no passado,onde o país estava em uma época de colonização e as selvas eram muito misteriosas.E esses três universos estão ligados pela física e pelas consequências.

Como eu já disse o livro conta a história de três personagens que são separados pelo tempo e pelo espaço. No tempo passado em Rio de Janeiro em 2006 somos apresentados a Marcelina Hoffman que é uma produtora de TV especializada em reality shows,e ela está  procura de Barbosa, o goleiro da seleção que jogou a final de 1950, quando o Brasil perdeu para o Uruguai no Maracanã. Agora vamos para São Paulo de 2032,onde conhecemos o empresário Edson Jesus Oliveira de Freitas,que com seu jeito malandro ele acaba tendo sua vida virada pelo avesso após conhecer uma mulher que é membro de uma gangue de quantumeiros… E o que essa gangue faz? Então, essa gangue são físicos que usam computação quântica ilegal para quebrar todo tipo de código que existe. Vamos voltar ao tempo e ir para a Amazônia de 1732,onde somos apresentados ao o padre Jesuíta Luís Quinn que é mandado para o Brasil pra ”caçar”, em nome da Igreja e da Coroa Portuguesa, um outro padre que estaria criando sua própria ”seita” no meio da selva amazônica. E em meio de tudo isso que é nos apresentado vem duas conspirações que são: manter o segredo do multiverso, e o outro lado que é revelar isso como único meio de salvação.

McDonald constrói no livro alguns questionamentos interessantes que são:  a quantidade de vidas que um único indivíduo pode comportar e o número de mundos diferentes  que cabem no universo. O aprofundamento que esse livro tem, muitas vezes pode prejudicar a pessoa em sua leitura,pois muitas vezes a pessoa pode acabar se perdendo e não entendendo a história.

O homem que ri sempre pode vencer o homem com raiva porque o homem com raiva é burro, age com raiva, e não com malícia.

É bom destacar que o autor mesmo não sendo brasileiro, ele consegue detalhar muito bem a nossa cultura,a política do nosso país,os programas de TV e até mesmo as ruas. E acaba parecendo que o autor é brasileiro pelos detalhes que são apresentados no livro. E o que falar das realidades paralelas dos personagens?!  Uma mulher que adora capoeira e tenta se manter bonita para se sentir mais feliz, ao mesmo tempo que mantém um caso com um colega sem saber se o ama ou não; um padre, que ao mesmo tempo é um assassino e um grande general; e um homem que durante o dia é empresário, apaixonado por uma nissei e de noite é travesti e também é um super herói nos  finais de semana. Personagens com histórias bem curiosas onde nos prende até o final do livro e acaba nos deixando aquele gostinho de quero mais.

A única que coisa que fez com que a minha nota fosse essa que você vai ver logo abaixo é que as vezes eu fiquei bastante confuso em relação aos personagens que são introduzidos e também as vezes a narrativa acaba sendo um pouco cansativa. Mas mesmo assim gostei bastante do livro e está na minha lista de livros para uma releitura 🙂 Brasyl não é uma ficção científica qualquer, é uma história onde mostra que o universo vai muito além do que imaginamos.

 

REVIEW OVERVIEW
Nota
SHARE
Igor Matheus
Futuro publicitário e mineirinho de Belo Horizonte. Sou maluco por filmes,séries,literatura e um grande apaixonado por música. Sou uma das cabeças pensantes do Cine Mundo!!! ^^