nfivnffinvjvnfi

Título: A Filha do Império – A Saga do Império Vol. 01
Autor(es):  Raymond E. Feist & Janny Wurts
Editora: Saída de Emergência
Ano: 2015
464 páginas

Desde o lançamento do livro pela editora Saída de Emergência, coloquei o livro na minha lista de desejados e por ai permaneceu por um bom tempo! E agora tive a oportunidade de ler essa obra….. Ahhhh como eu adoro livros de literatura fantástica.

Bom… no livro somos apresentados a jovem Mara, que estava prestes a se entregar a vida religiosa e se tornar uma serva da deusa Lashiva. Só que ela recebeu recebeu uma péssima notícia durante a cerimônia,  Seu pai Sezu e seu irmão Lakonota estão mortos e sobraram bem poucas pessoas no exército de seu pai. E agora ela tem que assumir o seu lugar de Senhora dos Acoma,  que é uma das famílias mais tradicionais do império Tsurani. Mesmo sofrendo com a perca, Mara sabe que agora tem que encarar esse grande desafio que é governar, mesmo não tendo nenhuma noção de como governar, ela vai contar com a ajuda de alguns conselheiros, que são eles:  Papewaio, Nacoya, Keyoke e Arakasi. Com isso ela tem que aprender o mais rápido possível, para que possa fugir da mira dos  Anasati e Minwanabi, e assim vingar a morte do seu irmão e do seu pai.

De uma simples garotinha a  uma grande governante que consegue ”jogar” muito bem e impor respeito.

Neste livro vamos acompanhar a evolução de Mara como governante, onde  ela irá enfrentar várias ameaças e preconceitos. Vivendo em volta de traições e tentativas de assassinato, Mara não se deixa abater. Também podemos ver que no jogo do conselho é preciso fechar algumas parcerias, se arriscar e lidar com as consequências.

Pra quem leu a Saga do Mago vai perceber que se passa no mesmo universo, maaaaas pra ler A Filha do império  não precisa ter lido a saga anterior, mas pra quem leu, vai ficar bem familiarizado com o cenário de Kelewan. A Filha do Império tem um cenário riquíssimo que se assemelha com a cultura oriental que conhecemos, e se mistura com o ar fantástico que todo leitor desse gênero adora.

Tem muita gente que reclama quando um livro é escrito por duas pessoas, até eu mesmo  tive algumas experiências ruins lendo livro de dois autores,mas Feist e Wurts foram fantásticos! O modo como trabalharam o enredo sobre as intrigas políticas e estratégicas foram sensacionais, pois acaba estimulando o leitor a devorar ainda mais o livro. E o que falar de Mara? Uma protagonista que sofre bastante preconceito por simplesmente ser uma mulher, Mara pode até ter suas fraquezas mas ela nunca se deixa abalar, e acaba usando sua  inteligência pra vencer esse preconceito. E ainda ela não depende de um homem pra ser forte. Todas essas coisas é que se destacam bastante nesse livro!

Uma história inteligente e cativante, os amantes de literatura fantástica precisam colocar este livro em suas listas, e assim aprender como se joga o Jogo do Conselho. E semana que vem sairá a resenha da continuação que se chama A Serva do Império.

 

REVIEW OVERVIEW
Nota
SHARE
Igor Matheus
Futuro publicitário e mineiro de Belo Horizonte. Sou maluco por filmes,séries,literatura e um grande apaixonado por música. Sou uma das cabeças pensantes do Cine Mundo!!! ^^