[Resenha] Valerian – Vol.1 | Jean-Claude Mézières e Pierre Christin

VALERIAN – VOL.1
Autores: Pierre Christin e Jean Claude Mézières
Ano de Lançamento: 2017
Nº de páginas: 160
Editora: Sesi – SP

SINOPSE
Fruto da imaginação transbordante de Pierre Christin e Jean-Claude Mézières, os personagens de Valerian e Laureline surgiram pela primeira vez nas páginas de PILOTE, em 1967. Por sua inventividade e audácia, a série rapidamente se tornou referência absoluta para os leitores de histórias em quadrinhos de ficção científica.

São poucas obras que me fazem reduzir o ritmo de leitura, e não falo isso como algo negativo. Muitas vezes eu costumo diminuir o ritmo quando quero apreciar ainda mais a obra, e o primeiro volume de Valerian fez que isso acontecesse

Com o roteiro de Christin, desenhos de Mézières e com as cores de Évelyne Tranlé. O primeiro volume de Valerian contém 4 histórias que mostram os trabalhos dos agentes Valerian e Laureline.

Os Maus Sonhos

Na primeira história somos inseridos no ano de 2720 em Galaxity, que é a capital da terra e do império galáctico terrestre. Nessa época, alguns agentes de espaço-temporais e tecnocratas dos serviços de espaço-tempo trabalham em prol de combater os piratas da viagem do tempo e também trabalham com a exploração de novos planetas, para garantir novas reservas para o planeta terra.

E nessa história o agente Valerian é convocado para uma missão onde terá que capturar o Xombul, que é o superintendente dos sonhos que acabou sabotando a programação do computador central para os serviços dos sonhos e fugiu em uma nave do espaço-tempo. Agora o agente Valerian terá que descobrir para qual século o Xombul foi e qual é o plano mirabolante que ele está tramando.

Essa história mostra o peso que essa HQ tem, explicando muito bem alguns termos tecnológicos desse universo. Como por exemplo, a ”máquina” que os agentes usam para aprender tudo sobre o local que eles irão explorar quando vão para outra época no tempo. Então os agentes aprendem sobre as manias,cultura e até mesmo a língua local.

Não posso deixar de falar que nessa história, é onde o agente Valerian conhece a Laureline! Que é da época onde o Xombul se instalou e para executar o seu plano maligno.

A Cidade das Águas Movediças

Ehhhh…. Xombul está aprontando mais uma vez! Agora ele capturou uma astronave espaço-temporal e  está passeando pela história da humanidade. Se houver alguma modificação no passado, o futuro da civilização pode entrar em colapso. O bizarro de tudo isso é que Xombul foi para uma época misteriosa onde a civilização foi varrida por um cataclismo, e nem os tecnocratas sabem direito sobre o ocorrido. Agora o agente Valerian terá que se aventurar em uma época desconhecida e acabar com as tramóias de Xombul.

Essa é a minha história favorita dessa HQ, o ar de mistério sobre essa época sombria que aconteceu anos atrás é fenomenal! O interessante é que nessa história vemos a Laureline trabalhando pela primeira vez como uma agente, e logo percebemos a sintonia entre Valerian e a Laureline! Onde um acaba sendo o complemento do outro.

Terras em Chamas

Terras em chamas é a continuação de ‘A Cidade das Águas Movediças’, onde Valerian e Laureline encontram o Xombul.

A conclusão do arco sobre o vilão Xombul é simples mas totalmente direta. Pois mostra as consequências de ser alguém ambicioso e se achar bastante superior aos outros. Por mim essa história poderia ser adaptada ao cinema no lugar do filme que foi lançado no ano passado.

O Império dos Mil Planetas

O Império dos Mil Planetas é uma história incrível! Tem um grande ar de mistério onde não se sabe quem está com o poder. Vemos um cenário antigo misturado com o futurístico, também podemos ver várias raças e culturas compartilhando o mesmo lugar. Mesmo não sendo a minha história favorita, essa obra é simplesmente primorosa! Fora que o George Lucas, pegou algumas coisas dessa história e implementou em Star Wars.

A HQ Valerian é uma obra que todo amante de fantasia e ficção científica deve ler. O universo criado é algo de encher os olhos, algumas mensagens que consegui captar nas obras é algo bem legal também. Fora o trabalho editorial da SESI – SP  que está incrível!

Como muitos sabem ano passado foi lançado o filme inspirado nessa obra,e se você não viu, confira! O filme visualmente é muito bonito, mesmo tendo um roteiro fraquinho. Eu acho que sempre temos que tirar as nossas conclusões sobre os filmes,livros,Hq’s e tudo mais. Mesmo que um influenciador ou até mesmo um amigo tenha falado que certa coisa é ruim. Vá e tire as suas próprias conclusões! Vi muita gente falando que não iria assistir o filme porque viu alguém falando mal na internet, na minha humilde opinião temos que ter o nosso próprio senso crítico. Pois ir na ideia de uma massa só  porque todo mundo está falando a mesma coisa muitas vezes não é algo legal. Temos que enxergar as coisas com os nossos próprios olhos! 🙂

Em breve falarei sobre o segundo volume 🙂 Até mais!

REVIEW OVERVIEW
Nota
SHARE
Igor Matheus
Futuro publicitário e mineiro de Belo Horizonte. Sou maluco por filmes,séries,literatura e um grande apaixonado por música. Sou uma das cabeças pensantes do Cine Mundo!!! ^^