[Review] Alfred Hitchcock Presents

Alfred Hitchcock Presents é uma série televisiva de crime e mistério apresentada pelo digníssimo Alfred Hitchcock, seu primeiro episódio, “Revenge” foi ao ar no dia 2 de Outubro de 1955, Hitchcock já dirigia filmes há 30 anos. A revista TIME considera a série “Uma das melhores séries de TV de todos os tempos”, o “Writers Guide Of America” a classificou como a 79ª série mais bem escrita de todos os tempos.

Cada episódio conta uma história independente que dura aproximadamente 20 minutos, antes de conhecermos a história e após o seu fim, Hitchcock comenta o que estamos prestes a assistir, com seu humor inglês espirituoso e discute sobre o desenrolar do episodio, muitas vezes contando o que aconteceu depois do final, ou dando suas impressões acerca dos personagens e da história.

Posteriormente, pelas últimas temporadas os episódios começaram a ter mais de 60 minutos de duração e o nome da série passou a ser “The Alfred Hitchcock Hour” ou “Hora de Alfred Hitchcock”.

FHFG

Como qualquer seriado do tipo, oscila bastante em termos de qualidade narrativa, existem episódios muito bons que renderiam excelentes filmes, assim como existem aqueles sem algo muito interessante. Hitchcock dirigiu apenas 17 dos 266 episódios da série, os diretores que mais produziram foram Robert Stevens (44 episódios), Paul Henreid (28 episódios), Herschel Daugherty (24 episódios), Norman Lloyd (19 episódios), Arthur Hiller (17 episódios).

Os queridos comentários que Hitchcock fazia antes e depois de cada episódio eram sempre feitos de duas formas diferentes – duas introduções e dois finais – uma voltada para o público Americano e outra para o público Inglês, em grande parte da terceira temporada ele começou a também gravar introduções e finais para França e Alemanha, tendo em vista que falava os dois idiomas fluentemente.

Um dos meus episódios favoritos da temporada 1 chama-se “WhoDunit” e narra a história de um escritor de livros de suspense que chega ao céu e descobre que foi assassinado, o anjo que o recebe lhe oferece a oportunidade de voltar a terra para descobrir que cometeu tal ato. Chegando a terra, ele começa a perceber que os suspeitos são muitos e reflete que talvez não tenha sido uma pessoa muito boa com os outros, porém irá descobrir que possui um atributo que lhe garante uma vaga no céu num desfecho primoroso que qualquer fã do mestre do suspense poderá apreciar.

O episódio de número 10 da temporada 1 entitulado “The Case of Mr Pelham” foi dirigido pelo próprio Hitchcock e conta a história de um homem que percebe que existe alguém que está se passando por ele, em sua própria casa seu mordomo diz que o viu pela manhã, mas Pelham não em casa pela manhã e outras coisas do tipo, ele decide então investigar o caso que termina também de forma majestosa. Este episódio e o “”Lamb to the Slaughter” de 1958 foram indicados ao Emmy.

“Alfred Hitchcock Presents” é uma excelente pedida para os já fãs desse grande cineasta, a série além de contar com grandes nomes como Cloris Leachman, Charles Bronson, Claude Rains, Lorne Greene, Joanne Woodward, Vera Miles e outros, conta também com excelentes episódios e histórias cheias de mistério, horror, suspense, comédia, além de claro ter em si o nome de um dos maiores diretores do cinema mundial, que não empresta só o nome, mas seu talento como diretor e seu carisma absolutamente singular.

REVIEW OVERVIEW
Nota
SHARE
Estudante de psicologia, cinéfila entusiasta, seriadora e leitora. Dona da página "Curiosos por Filmes" no Facebook. Séries favoritas: Criminal Minds, Chuck, Friends e One Tree Hill. Os filmes favoritos são mais difíceis de escolher...