Top 5 curiosidades de “Blade Runner”

Blade Runner é a nossa obra homenageada do mês. Adaptação do livro de Philip K. Dick, “Androides: Sonham com Ovelhas Elétricas?”, a obra de ficção científica é considerada um dos filmes cult mais influentes dos anos 80, dirigido por Ridley Scott e estrelado por Harrison Ford. Atualmente, Blade Runner 2049, uma sequência do filme, está em exibição nos cinemas, com direção de Denis Villeneuve. Confira 5 curiosidade que nós do Cine Mundo preparamos para você. Top 5 curiosidades de “Blade Runner”

1 – O nome “Blade Runner” não é original do livro de Philip K. Dick. Ele foi retirado de uma história chamada “The Bladerunner” de Alan E. Nourse, que não tem nenhuma similaridade com os filmes da franquia. O termo “replicante” também não consta nos livros, ele foi criado exclusivamente para a adaptação nos cinemas.

2 – Phillip K. Dick, autor do livro que serviu de inspiração para as adaptações, morreu dois meses antes da estreia do filme nos cinemas, mas em carta declarou que estava confiante com a abordagem de Ridley Scott da história.

3 –  Existem quatro versões mais conhecidas do filme de 1982. Duas do ano de lançamento nos cinemas, onde foram exibidas uma versão americana e outra versão para o países de fora. A de dez anos depois da estreia do filme, onde Ridley Scott lançou sua versão pessoal, com cenas extras e um final alternativo. E a versão lançada no Festival de Veneza de 2007, onde o diretor exibiu uma versão chamada Blade Runner: The Final Cult

4 – Em 1982 não havia tecnologia para efeitos especiais como atualmente. Para criarem carros voadores foram utilizados cabos que pesavam toneladas, assim os carros eram levantados e pareciam que estavam realmente voando. A chuva constante nas cenas ajudou a disfarçá-los.

5 – O ator e cantor Jared Leto está no elenco da adaptação atual, Blade Runner 2049. Ele foi apresentado ao diretor Denis Villeneuve pelo diretor de Clube de Compras Dallas, Jean-Marc Vallée. Leto precisou utilizar lentes de contato que dificultavam que ele enxergasse e suas cenas foram gravadas com uma rapidez extraordinária, em menos de uma semana.

Confira também: 
Crítica: Blade Runner 2049

SHARE
Avatar
Jornalista, maratonista de séries, apaixonada pelo mundo do cinema e aspirante a fotógrafa.