Top 5: Melhores filmes do Zac Efron disponíveis na Netflix

Zac Efron começou a sua carreira muito cedo participando de episódios pilotos em séries de tv, mas acabou ficando conhecido por atuar na trilogia “High School Musical”.

Em 2009 o ator lançou o filme que ficou em primeiro lugar nas bilheterias americanas “17 Again” e desde então não parou de trabalhar, seguindo em “A Morte e Vida de Charlie” (2010), em 2012 chegou a emprestar sua voz para o Ted no filme “Lorax”, viveu o Jason na comédia romântica “Amor ou Liberdade” (2014), que ainda tinha no elenco o Miles Teller e Michael B. Jordan, já no ano seguinte em 2015, Efron foi um DJ em “Música, Amigos e Festa”, ou seja, ele praticamente não parou de trabalhar.

A Netflix tem alguns desses e outros filmes do ator que selecionamos para indicar a vocês no intuito de conhecerem melhor a carreira de Zac Efron, que tem uma história diversificada no cinema, pois já cantou, já contracenou com Robert de Niro e ainda este ano irá estrelar um filme com Dwayne Johnson, a comédia de ação “Baywatch”.

Confiram os cinco filmes do Zac Efron disponíveis na Netfix:

Obsessão

Exibido em Cannes no ano de 2012, o filme é baseado em uma história real que foi adaptada de um livro de Peter Dexter, sendo que aqui o diretor Lee Daniels constrói uma narrativa policial com Jack Jansen (Zac Efron), o jornalista Ward Jansen (Matthew McConaughey), o presidiário Hilary Van Wetter (um surpreendente John Cusack) e a loira fatal, Charlotte (Nicole Kidman).

Um dos motivos para assistir ao filme é o próprio elenco que faz um trabalho bem interessante retratando essa história, que começa quando Hilary escreve cartas para Charlotte e entra em contato com o jornal “The Miami Times”, local no qual trabalha Ward e Yardley, e em meio a isso o irmão de Ward “cai de paraquedas na história” e acaba desenvolvendo algumas obsessões.

Um Homem de Sorte

Nicholas Sparks é um autor de livros muito conhecidos, sendo que a maioria de seus romances dramáticos já se tornaram filmes como “Diário de Uma Paixão” (2004), “Querido John”(2010), “Porto Seguro”(2013), entre outros.

“Um Homem de Sorte” é mais um dos filmes baseados em sua obra. Aqui Zac Efron interpreta Logan Thibault, um fuzileiro que tem uma missão no Iraque, e em determinado momento uma mulher desconhecida acaba por salvar a sua vida de um terrível ataque. Tendo apenas uma fotografia como base, ele decide encontrar a moça, Beth (Taylor Schilling). Apesar de ser uma história sem muitas surpresas, ela segue a fórmula das adaptações anteriores de Nicholas Sparks e consegue agradar.

 

A Qualquer Preço

O filme segue aquela clássica história de diferença ente pai e filho, na qual vários valores e princípios são colocados à prova. Na trama temos um filho de um agricultor, Dean Whipple (Zac Efron), que sonha em ser piloto de automóvel, mas o seu pai (Dennis Quaid) se torna alvo de investigações policiais fazendo com que o garoto precise repensar o seu sonho para manter o equilíbrio de toda a sua família.

A atuação de Dennis Quaid é uma das melhores de toda a sua carreira, enquanto Zac Efron se sustenta muito bem na figura do garoto que não aceita as vontades do pai. “A Qualquer Preço” acaba tendo alguns furos no roteiro, mas ainda é um bom filme.

 

Vizinhos

Apesar de “Vizinhos” dividir opiniões, eu considero uma das melhores comédias da atualidade, principalmente para quem é fã do trabalho do Seth Rogen é claro. Aqui temos Zac Efron e Dave Franco como vizinhos de Rogen e Rose Byrne, cada um precisando lidar com uma fase diferente da vida.

Na história temos uma vizinhança, na qual de um lado há uma república de estudantes festeiros liderados por Teddy Sanders (Zac Efron) e do outro um casal formado por Mac (Seth Rogen) e Kelly Radner (Rose Byrne) que precisam cuidar da filha recém-nascida e aprender a amadurecer a cada dia. Se você está passando ou já passou por essa fase de transição, provavelmente vai se identificar e dar boas risadas.

 

Tirando o Atraso

Em “Tirando o atraso” Zac Efron é um neto politicamente correto, enquanto o seu avô (Robert de Niro) deseja aproveitar a sua vida intensamente, após a morte de sua esposa.

Este filme vai depender da sua expectativa, caso queira se divertir é uma boa pedida, apesar de seus problemas, não tem como não rir quando De Niro entra em cena, o ator tem cacife para fazer qualquer coisa em Hollywood, aqui ele parecia querer se divertir e acaba divertindo quem o assiste.

SHARE
Andreza Nunes
Nascida em Recife, jornalista por formação, adoro ensinar e trocar conhecimento. Acredito que o cinema é uma arte enriquecedora que pode promover reflexões, mudanças e propiciar a fuga da realidade.