[Top 5] Melhores lançamentos de mangás em 2016

Em 2016 o mercado editorial de mangás lançou e relançou muita coisa bacana!! Então resolvi fazer um top 5 com os melhores lançamentos pela minha humilde opinião. Espero que gostem. ʕ·ᴥ· ʔ

5 – AJIN

Trazido para o Brasil pela editora Panini o mangá conta a história dos Ajin que são seres humanos que não podem morrer. Dezessete anos atrás, eles apareceram pela primeira vez em um campo de batalha na África. Desde então, mais de sua espécie são descobertos no seio da sociedade humana. Sua raridade na aparência significa que, para fins experimentais, o governo vai recompensar generosamente quem capturar um. Nos dias atuais, para que um determinado estudante do ensino médio que espera ter um feriado típico de verão, a sua vida está prestes a virar algo inesperado…

Vale lembrar que o mangá ganhou um anime no japão e já tem duas tewmporadas. A Netflix comprou os direitos de distribuição pra transmitir fora do japão após o termino de cada temporada. Vale muito apena assistir a série e ler o mangá. A Panini já lançou 3 volumes e a periodicidade do mangá é Bimestral!!

4 – Vagabond

Crescendo no século 17 era Sengoku no Japão, Shinmen Takezou é evitado pelos moradores locais como um filho do diabo, devido à sua natureza selvagem e violento. Fugir de casa com um rapaz companheiro aos 17 anos, Takezou se junta ao exército Toyotomi para lutar contra o clã Tokugawa na batalha de Sekigahara. No entanto, o Tokugawa uma vitória esmagadora, levando a quase trezentos anos de governo shogunato. Takezou e seu amigo conseguem sobreviver a batalha, e depois jurar para fazer grandes coisas com suas vidas. Mas depois que seus caminhos se separam, Takezou se torna um criminoso procurado, e deve mudar o seu nome e sua natureza, a fim de escapar de uma morte ignóbil. Baseado no livro “Musashi”, de Eiji Yoshikawa, Vagabond é uma releitura ficcional da vida de Miyamoto Mushashi, muitas vezes referido como o “Santo da Espada” – talvez o mais famoso e bem-sucedido de lutadores de espada do Japão. Só falo uma coisa sobre vagabond: É LEITURA OBRIGATÓRIA!!!!!! Já foram lançados dez volumes e a periodicidade do mangá é mensal.

3 – Lobo Solitário

Outra leitura obrigatória!!! Sendo relançado pela panini Lobo Solitário é um mangá gekiga que começou a ser publicado no ano de 1970 no Japão, com criação e roteiro de Kazuo Koike, também criador de Crying Freeman, e arte de Goseki Kojima. Ainda hoje é considerado uma das obras-primas do mangá, pelo excelente argumento e os belíssimos desenhos de Goseki Kojima, e inspirou várias adaptações para cinema nos anos 1980. Os filmes baseados em Lobo Solitário são conhecidos por sua fidelidade à história do mangá. Entre seus fãs ocidentais está o roteirista e desenhista Frank Miller, que fez as capas para a edição norte-americana. O primeiro volume do mangá foi lançado neste mês e por enquanto a sua periodicidade será bimestral.

2 – Blame!

Acharam que não teria nenhuma mangá da JBC né?! hahahahaha na minha opinião a JBC é a melhor editora de mangás do Brasil e eles tão fazendo um excelente trabalho trazendo mangás com uma verdadeira edição de luxo/colecionador. E pra mim a franse goumertização de mangás é uma baita idiotice. Bom..vamos falar sobre Blame!

Killy é um homem de poucas palavras. Ele vaga, aparentemente sem rumo, através de um gigantesco e solitário labirinto de concreto e aço, enfrentando ciborgues e outros pesadelos futurísticos, apenas em busca de algo chamado “Genes Terminais da Rede”. E ele possui uma arma muito poderosa, a qual é usada sem hesitação sempre alguma coisa que lembre perigo se revela.
Quem é este homem quieto, violento e determinado e o quê são estes Genes que ele busca? As pequenas comunidades as queia ele encontra escondidas nas fendas desta majestosa e distópica ruína dificilmente revelam pistas para o seu tesouro, levando-o a procurar maiores grupos de civilização onde as pessoas possam revelar-lhe mais sobre o mundo em que habita e sobra o alvo que almeja. Foi lançado neste mÊs tambem o primeiro volume do mangá e sua periodicidade é bimestral.

1 – The Ghost in The Shell

Sério, se você não leu Ghost in The Shell pare tudo e vá ler!!! Um dos mangás mais aclamados que inspirou a trilogia Matrix veio para o Brasil com uma edição linda pela editora JBC. É volume único e tem várias páginas coloridas. Mega recomendo a leitura!!

Agora vamos para a história: Ghost in the Shell se passa depois de 2029, marcado pelo surgimento de uma nova tecnologia que permite a fusão do cérebro à computação, à rede mundial. O ambiente de Ghost in the Shell é cyberpunk ou pós-cyberpunk, porém o autor foca mais nas ramificações éticas, filosóficas e sociais da fusão em massa da humanidade com a tecnologia, o desenvolvimento da Inteligência Artificial e a onipresença da rede de computadores como uma oportunidade para reavaliar assuntos como a identidade pessoal, a singularidade da consciência e o aparecimento do transhumanismo. O filme, séries e mangá derivados cobrem histórias policiais nas investigações da Comissão Nacional Japonesa de Segurança Pública, Seção 9, especializada no combate a crimes perpetrados com uso da tecnologia.
Eu recomendo bastante a animação clássica e ano que vem vai estrear o filme americano do mangá (Que na minha opinião acho que não vai ser tão bom assim, tomara que eu esteja errado).

Guys, sei que faltou vários mangás na lista como por exemplo: Slam Dunk, Helter Skelter,One Punch Man… mas pra mim esses foram os melhores. Deixe sua lita abaixo e vamos trocar uma ideia 😉 Desejo um ótimo final de ano pra todo mundo e que 2017 seja incrível!

SHARE
Igor Matheus
Futuro publicitário e mineiro de Belo Horizonte. Sou maluco por filmes, séries e literatura.