[Top 5] Objetos Mágicos de Percy Jackson e os Olimpianos e Heróis do Olimpo

O autor americano Rick Riordan foi o responsável por presentear o mundo da literatura infanto-juvenil com duas sagas de livros que caíram no gosto de jovens e adultos. Percy Jackson e os olimpianos faz uma releitura dos contos mitológicos da Grécia antiga, adaptando-os para os dias atuais. Já a saga Heróis do Olimpo traz uma nova roupagem aos mitos romanos. Monstros, heróis e deuses ganham um novo olhar sob a perspectiva do autor.

 Quem já conhece as duas sagas sabe que os semideuses (filhos de um pai imortal e outro humano) passam por muitas dificuldades tendo que lutar contra monstros e deuses para sobreviver. Para tal os semideuses precisam de objetos mágicos que vão lhes  garantir vantagens nos combates, desde poder de ataque até alguma habilidade que venha livrá-los de uma situação complicada.

 Esse top 5 traz alguns desses objetos que aparecem em ambas as sagas. Vale lembrar que não foi medido o poder de destruição do objeto, mas sim a utilidade que ele tem para os heróis durante o enredo. Sendo assim o Raio Mestre de Zeus, o Elmo da Escuridão de Hades e outros objetos pertencentes aos deuses não entram na lista.

5 – Velocino de Ouro

velocino_de_ouro7

 

O poder de curar qualquer ferida, envenenamento e neutralizar a maioria das maldições. Essa é a principal característica do Velocino de Ouro, objeto que foi o motivo da jornada de Percy Jackson e seus amigos no segundo livro da saga. Quando a árvore que guardava as fronteiras mágicas do Acampamento meio sangue é envenenada, o Velocino se mostra a última saída de nossos heróis. O objeto é a lã de um carneiro feita totalmente de ouro, e em casos especiais ele se transforma numa jaqueta escolar para não ser descoberta por mortais. A magia do velocino é tão eficiente que acaba ressuscitando a personagem Thalia Grace, filha de Zeus.

4 –  Escudo Aegis

rick-riordan-the-demigod-diaries

 

Um objeto peculiar que assusta qualquer um, monstro ou semideus. Dado a Thalia Grace por seu pai, esse escudo é uma superfície circular de bronze celestial com a imagem do rosto da Medusa prensado no metal. Apesar de o escudo ser uma representação da Medusa ele não possui o efeito de petrificar quem o olhe, apenas de assustar e desorientar o adversário por alguns instantes. A filha de Zeus também pode camuflar o escudo Aegis sempre que quiser, transformando-o em um bracelete de metal.

3 – Cinto de Utilidades de Leo Valdez

leo-copy-685x1024-299x416

 

Com certeza até o Batman gostaria de ter um cinto desses. O artefato mágico do filho de Hefesto é uma mão na roda nas horas de maior necessidade. Encontrado por Leo Valdez no Bunker 9 em O Herói Perdido, o cinto tem bolsos dos quais ferramentas podem ser invocadas. Apesar do poder do cinto, armas ou até outros objetos mágicos não podem ser invocados, entretanto a magia do cinto possa ser usada caso Leo precise de comida ou de objetos que normalmente não se encontram em oficinas mecânicas, mas nessas situações o cinto precisa de tempo para “recarregar”.

2 – Ivlivs

jason-copy-685x1024-299x416

 

Esse nome estranho nada mais é do que a identidade de um dos objetos mágicos mais legais da saga Heróis do Olimpo. Ivlivs é uma moeda de Ouro Imperial que tem a capacidade de se transformar em dois tipos de armas diferentes. Usado por Jason Grace em O herói perdido, ao ser lançada para o alto e cair na posição de “cara” a moeda torna-se uma espada de lâmina dupla, ao cair na posição “coroa” ela se transforma em uma lança. Uma curiosidade interessante é que o nome da moeda se escreve Ivlivs, mas lê-se Julius, pois no alfabeto romano as letras “U” e “J” não existem, elas são substituídas por “V” e “I” respectivamente.

1- Anaklusmos (Contra Corrente)

anaklusmos_28riptide29

 

A espada de Percy Jackson e, provavelmente, o item mais simbólico da saga Percy Jackson e os olimpianos. Anaklusmos, nome grego da espada Contra Corrente, é uma espada de bronze celestial com lâmina dupla. Foi entregue a Percy por Quiron em O ladrão de Raios para que ele pudesse se defender do ataque de uma fúria. A espada pertenceu ao herói Hércules, criada a partir do prendedor de cabelo de Zoë Doce Amarga. Tem o poder de se disfarçar, tomando a forma de uma caneta e de sempre reaparecer em um dos bolsos de Percy, caso seja perdida. Percy já foi salvo inúmeras vezes por sua espada, seja por seu balanço perfeito em combate, pelo brilho que ela emite em lugares com pouca luz ou simplesmente pelo fato de ela não machucar mortais. Anaklusmos certamente é um dos objetos favoritos de qualquer fã das aventuras de Percy Jackson e seus amigos semideuses.

 

SHARE
Geandrews Melo
Um estudante de letras pernambucano de 25 anos, com literatura fantástica correndo nas veias. Apaixonado por séries e que também escreve nas horas vagas.