Com um lançamento mais tímido em 2018, “Jumanji: Bem-vindo à Selva” estreou com a difícil missão de resgatar a essência de um filme clássico que marcou a infância de muita gente e tinha ninguém menos que Robin Williams no elenco. Felizmente o resultado foi impecável, com um elenco cheio de química, piadas divertidas e uma excelente representação dos tempos atuais. Agora chega aos cinemas a sua sequência, “Jumanji: Próxima Fase” que mais uma vez acerta no timing e entrega uma aventura deliciosa de acompanhar.

Nesse segundo filme reencontramos Spencer (Alex Wolff), Bethany (Madison Iseman), Fridge (Ser’Darius Blain) e Martha (Morgan Turner) que passaram um longo período distantes um dos outros por conta da faculdade, mas agora estão tentando se reencontrar e matar a saudade. No entanto, Spencer encontra-se em um momento difícil e inseguro de sua vida, o que o leva a tentar voltar para o universo de “Jumanji” no intuito de redescobrir a sua essência. Obviamente ele percebe que não foi uma decisão muito inteligente e seus amigos acabam tendo que participar do jogo para tentar salvá-lo.

Crítica: Jumanji: Próxima Fase

Como já é sugerido pelo título, a trama do filme se passa mais uma vez dentro do jogo, porém em outra “fase”, com uma missão nova, inimigos inéditos e um cenário bem diferente. Apesar de seguir uma certa fórmula semelhante a do longa anterior, o roteiro não se apoia em repetir as piadas anteriores como muitas sequências de comédias costumam fazer, longe disso. A novidade já começa com o fato de que os personagens não conseguem escolher seus respectivos avatares e quando entram no jogo estão em corpos diferentes do que vimos antes, sendo Martha a única que permanece como Ruby Roundhouse (Karen Gillan).

Essa dinâmica de trocar os personagens é um dos pontos fortes do longa pois traz a oportunidade do filme explorar novos caminhos. Mais do que isso, agora temos o avó do Spencer, Edward (Danny DeVito) e seu amigo, Milo (Danny Glover), ambos são sugados para dentro do jogo, rendendo diversas cenas hilárias apoiadas no choque entre as gerações.

Dentro do universo de Jumanji temos a formação já conhecida composta por The RockKaren GillanKevin HartJack BlackNick Jonas e a novata, Ming interpretada por Awkwafina. O grupo segue com uma química excelente e aqui eles são bastante testados, visto que há uma constante troca de avatares, logo cada um deles precisa interpretar a essência de mais de um personagem e todos conseguem cumprir essa tarefa muito bem.

“Jumanji: Próxima Fase” retorna com o seu elenco carismático, mantém a essência de aventura da franquia e reformula as piadas para não caírem no mais do mesmo. No final o longa ainda nos surpreende com uma cena pós-crédito que deixa um excelente gancho para um terceiro filme, que se seguir o padrão de qualidade que temos aqui será outra obra-prima do entretenimento.

Trailer:

REVIEW OVERVIEW
Roteiro
7
Direção
8
Atuações
9
Direção de Arte
9
Direção de Fotografia
9
SHARE
Guilherme Soares
Criador e editor da Cine Mundo, diretor, roteirista e crítico de cinema. Viciado em séries, com um carinho especial pela eterna Six Feet Under e Buffy The Vampire Slayer.