Recentemente a atriz Ruby Rose decidiu sair do elenco de Batwoman da CW devido às longas horas de trabalho que exigiam dentro da série da DC, contudo em um caminho ousado os showrunners escolheram dar continuidade para a história com uma nova personagem criada inteiramente para a série e que, segundo novos rumores, pode ser interpretada por Vanessa Morgan, a nossa Toni Topaz de Riverdale!

2ª temporada de Batwoman

QUEM É A NOVA HEROÍNA DE GOTHAM?

A nova personagem se chamará Ryan Wilder e a descrição diz o seguinte sobre a heroína:

Sem ninguém na sua vida para mantê-la na linha, Ryan passou os últimos anos usando drogas em Gotham City, fugindo da polícia e mascarando seus erros com outros hábitos ruins. No entanto, ela também é uma habilidosa lutadora. Agressiva. Passional. Muito longe das tradicionais heroínas conhecidas pelo público. Ela é simpática, desorganizada, um pouco pateta e indomável. Ela também não é nada como Kate Kane, a mulher que usava o traje de batalha à sua frente. Uma garota que roubaria leite para um gato de rua também poderia matá-lo com as próprias mãos.

Morgan é uma atriz que sempre chamou muita atenção devido ao seu grande carisma e atitude em Riverdale e gerou muitos fãs com seu romance com Cheryl (Madelaine Petsch) mesmo não tendo tanto tempo em cena para desenvolver melhor a relação e a personagem.

Escalar ela como a nova vigilante de Gotham substituindo Ruby Rose como Batwoman seria uma ótima saída para essa confusão e abriria espaço para o protagonismo de pessoas negras dentro da TV.

INCLUSÃO E REPRESENTATIVIDADE

Vale lembrar que a atriz à algum tempo atrás havia denunciado o racismo presente em produções com representações de negros como bandidos ou como meros ajudantes dos heróis brancos, dessa forma a nova encarnação não apenas estaria trazendo uma representação LGBTQ+, como também envolvendo os negros em um núcleo central.

Vanessa Morgan pode interpretar Batwoman na tv

Essa não seria a primeira vez que teríamos um personagem negro ligado à mitologia do Batman, nos quadrinhos já tivemos Luke Fox como Batwing e Duke Thomas que se tornou  o Robin e posteriormente, o herói Sinal. Ainda assim, esse é um dos primeiros momentos no qual vemos algo desse tipo acontecer em uma adaptação audiovisual da DC.

Existe ainda uma ironia nisso tudo, pois essa nova reformulação dela é algo que já ocorreu de maneira semelhante nos quadrinhos. Afinal Batwoman teve a primeira aparição sendo feita para servir como um par romântico para o Batman nos anos 50 e evitar comentários sobre uma possível relação entre ele e o Robin, porém mais tarde a personagem foi reformulada e transformada em uma nova heroína em 2006 e passou a abraçar a própria cultura LGBTQ+.

Agora envolta em mais uma problemática, a heroína renasceria em mais uma versão atualizada para trazer mais inclusão e representatividade para o universo da DC e direcionaria a personagem e a série para serem mais culturalmente relevantes para a sociedade.

A SÉRIE PODE TOMAR UM CAMINHO DIFERENTE?

Para quem já acompanha os super-heróis da CW já conhece a particularidade do canal em traçar caminhos para os personagens que apesar de não corresponderem ao material original dos quadrinhos, fazem essas produções alcançarem seu caminho e serem melhor desenvolvidas, como aconteceu com Legends of Tomorrow e Arrow, contudo há sempre uma certa inspiração no Universo DC que conhecemos.

futuro da série da Batwoman

Pela descrição divulgada e o próprio perfil da atriz já podemos especular que Ryan Wilder deve trazer elementos presentes em em outros personagens como Robins como Jason Todd ou até mesmo Batgirl pela idade da protagonista, mas ao mesmo tempo deve abraçar aspectos já marcantes da Batwoman, formando assim uma personagem inteiramente nova mas que ainda soe familiar aos fãs dos quadrinhos.

A série deve trazer certas adaptações em sua próxima temporada se desvinculando de arcos dramáticos de Kane e estabelecendo o universo de Wilder, sem ignorar completamente tudo o que foi feito até então na produção.

NOVOS INIMIGOS CHEGANDO EM GOTHAM

Um dos trunfos que a série trará será vilões novos, mas que já são velhos conhecidos dos fãs do universo de Gotham. Segundo o relatório do The Direct, a segunda temporada incluiria Espantalho/Jonathan Crane como um dos principais vilões da produção.

Ao que parece, Jonathan Crane será o responsável pela morte da mãe da nova protagonista, Ryan Wilder. Com isso a jovem decide roubar o uniforme da Batwoman para se vingar, ainda que detalhes sobre essa ação específica não tenham sido revelados.

Espantalho/Jonathan Crane já apareceu muitas vezes em adaptações como jogos e desenhos, mas sua participação mais popular foi na trilogia de Christopher Nolan, onde foi interpretado por Cillian Murphy e usava um gás do medo para aterrorizar os cidadãos da cidade.

Essa premissa traz um ótimo ponto de partida para a segunda temporada, assim como todo o material que pode ser incluído juntamente com a presença de uma atriz como Vanessa Morgan e nova personagem, Ryan Wilder.

Agora teremos que aguardar para saber se Vanessa Morgan realmente será confirmada no papel e se os rumores sobre a segunda temporada serão confirmados, mas há expectativas muito altas para a série da Batwoman que promete crescer cada vez mais!

A série é exibida no Brasil pela HBO e você pode conferir os primeiros episódios através do aplicativo HBO GO.

SHARE
Otávio Renault
Nascido em São Joaquim da Barra interior de São Paulo, sou um escritor, cineasta, fotógrafo, desenhista e autor na Cine Mundo, além de um cinéfilo fã de Quentin Tarantino, J.J. Abrams, Neil Gaiman, viciado em séries e leitor de quadrinhos/mangás.