Neil Gaiman garante que “Sandman” da Netflix será fiel, mas terá novidades

Durante entrevista ao Radio Times, o escritor Neil Gaiman falou sobre o trabalho de adaptar sua obra máxima, Sandman, para outras mídias ao longo dos anos e afirmou que as tentativas anteriores sempre caíam na categoria de “adaptação ruim”, algo que garante que não vai acontecer com a Netflix.

“O prazer em fazer essa série com a Netflix é que nada está sendo jogado fora. De fato, é o contrário. Muito mais coisas acontecem, pois temos espaço para isso. Mas nunca jogamos coisas fora, ou abandonamos. E isso, por si só, me deixa muito feliz.”

A série terá onze episódios em sua temporada de estreia e o criador Neil Gaiman, irá coescrever o episódio piloto ao lado de David Goyer e Allan Heinberg.

No entanto, a escrita dos dez episódios restantes será de Heinberg, que também será o showrunner.

Sandman durou 75 edições contando a história de Sonho (também conhecido como Morpheus), um ser antigo e poderoso que é a personificação do sonho e da imaginação, ele é um dos Perpétuos, um grupo de sete irmãos que inclui Delírio, Desejo, Destruição, Desespero, Destino e Morte.

SHARE
Otávio Renault
Nascido em São Joaquim da Barra interior de São Paulo, sou um escritor, cineasta, fotógrafo, desenhista e autor na Cine Mundo, além de um cinéfilo fã de Quentin Tarantino, J.J. Abrams, Neil Gaiman, viciado em séries e leitor de quadrinhos/mangás.