Título: O Escravo de Capela
Autora: Marcos DeBrito
Gênero: Terror
Editora: Faro Editorial
Páginas: 288

O Escravo de Capela se passa na época do Brasil Colônia, uma época bem triste para os negros. Na obra de DeBrito, conhecemos a Fazenda Capela, um canavial que é comandada pela família Vasconcelos, a maior parte do tempo a fazenda é liderada pelo Antônio Batista da Cunha Vasconcelos Segundo. Filho do grão-senhor da fazenda. O personagem de Antônio é bem sujo, ele é um homem sádico e adora maltratar os escravos que trabalham na fazenda. Antônio é o tipo de pessoa que só pensa em poder e lucro. Sendo assim um grande exemplo para o seus 3 funcionários que ficam sempre ao seu lado.

A vida da Fazenda Capela começou a mudar quando o escravo recém comprado, Sabola Atiwala começa a trabalhar na fazenda. O escravo só fala a língua de onde veio e está revoltado com essa ”vida” que foi dada a ele. E por isso,o escravo se torna alvo de Antônio.

A família Vasconcelos tem um caçula chamado Inácio, que volta para a fazenda depois de passar cinco anos estudando medicina na Universidade de Coimbra, em Portugal. Inácio é totalmente diferente do irmão, ele acha um absurdo os negros ainda serem escravos. E com essa atitude totalmente contrária, ele não se da muito bem com o pai e o irmão.

A cada dia que passa o escravo Sabola fiva mais revoltado, com isso ele decide que vai tentar fugir da fazenda. Ele recebe a ajuda do escravo Fortunato, que vive há anos na fazenda, ele tem um passado bem misterioso por causa de suas  pernas destruídas após um acontecimento na fazenda. Sabola acha que tudo vai dar certo, mas infelizmente tudo da errado e ele acaba morrendo. E após a sua morte, a família Vasconcelos começam a viver o seu pior pesadelo.

O Escravo de Capela é muito bem escrito e devorei o livro em menos de uma semana. Foi muito legal  o modo que o autor pegou uma lenda do nosso folclore e encaixou em uma época terrível. O que me incomodou foi o final, não curti muito como a história acabou. Mas isso é o meu gosto, pode ser que pra você seja algo bem legal. A Faro Editorial caprichou bastante nesse livro, que só de olhar para ele podemos perceber que vai ter muuuito sangue jorrando!

Eu posso falar que o terror brasileiro está em ótimas mãos! E torço para quem sabe um dia essa história seja adaptada para o cinema. 🙂

REVIEW OVERVIEW
Nota
SHARE
Igor Matheus
Futuro publicitário e mineiro de Belo Horizonte. Sou maluco por filmes, séries e literatura.